Sábado, 21 de Outubro de 2017

Política


20/04/2017 - 00:00

Vereadores estudam ações de combate à Baleia Azul nas escolas da prefeitura

Câmara aprovou moção de repúdio ao jogo macabro. Ricardo Silva disse que os vereadores estudam campanha de orientação
Por Leonardo Abrantes
Osasco

Ricardo Silva

Ricardo Silva (Foto: Renato Silvestre)
(política@webdiario.com.br)

A polêmica envolvendo o jogo “Baleia Azul” chegou à Câmara de Osasco. Na sessão ordinária da última quinta-feira, 20, os vereadores aprovaram moção de repúdio ao jogo. Autor da proposta, o parlamentar Ricardo Silva (PRB) considerou o game, que tem feito várias vítimas fatais entre crianças e adolescentes no Brasil, como “maligno”. Segundo ele, o criador do jogo tem ideais “perversas”. O parlamentar também pediu atenção dos pais com mudanças comportamentais dos filhos. O Baleia Azul tem 50 fases e dentre elas de automutilação, corte de lábios, subir em telhados altos e na etapa final o suicídio.

Ricardo Silva ainda disse que, além da moção, tem conversado com os vereadores a possibilidade de criação de uma campanha de orientação. Segundo ele, os parlamentares estudam uma medida para apresentar à Secretaria da Educação. “Estamos amadurecendo essa situação para que a gente possa ter êxito diante dessa iniciativa. Mas essa ideia é viável e é necessária para ajudar os pais que, às vezes, não conseguem alertar seu filho. A escola pode, de uma certa forma, auxiliar nessa questão”.

“Trouxe esse assunto à Câmara justamente para alertar a população para verem que a Baleia Azul é mais uma isca, mais um atrativo para atingirem crianças e adolescentes. Essas pessoas perversas se aproveitam desse tipo de ação e querem enganar os jovens, porque sabem que eles são muito curiosos, que querem conhecer as coisas. Estão num momento da vida que querem conhecer tudo. Em um link, num simples clique numa foto eles acabam tendo acesso a essas coisas. É um caminho praticamente sem volta e, os poucos que se salvam, volta com muitas marcas, com muitos traumas”, lamentou o parlamentar.

Segundo o parlamentar, pais e mães precisam ficar atentos com a disseminação de crimes virtuais. “Essa moção serve de alerta. A baleia azul é apenas mais uma ferramenta do mal para destruir nossas crianças. Então, cabe ao pai e a mãe sempre averiguar o celular e as redes sociais dos filhos, para ver como eles estão usando a internet. Se o pai e a mãe não cuidar do seu filho, ele vai se tornar uma presa fácil para essas pessoas perversas”, reforçou.

Ligado á Igreja Universal do Reino de Deus, Ricardo Silva também se mostrou incomodado com o fácil acesso de crianças e adolescentes à pornografia na internet. “Cada vez surge uma situação nova para enganar, ludibriar os jovens e levá-los a uma cilada que vai ao encontro da morte. Temos os nudes, agora a baleia azul, mas também há pessoas que usam a internet para ter acesso à pedofilia. Repito, se os pais não cuidarem das crianças, o mundo vai cuidar”, enfatizou.
 
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style