Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017

Política


20/04/2017 - 00:00

Câmara economizará R$8 milhões com redução de 50% dos assessores

Proposta de corte será votada definitivamente na semana que vem. Valor representa 13% do orçamento do Legislativo de Osasco
Por Leonardo Abrantes
Osasco

Câmara Osasco

Câmara Osasco (Foto: Luciano Benazzi)
(política@webdiario.com.br)

O Projeto de Resolução aprovado pelos vereadores de Osasco, que reduz o número de assessores comissionados de 16 para 8 por gabinete, pode resultar em uma economia milionária para a Câmara Municipal. A previsão, segundo a proposta é que, em um anos, a Casa consiga economizar R$8.895.432,00.

Apontado como principal objetivo da Câmara, principalmente após a deflagração da Operação Caça Fantasmas que investigou a participação de 14 vereadores na contratação de funcionários fantasmas para seus gabinetes na Casa, a reforma administrativa foi votada sem alarde no início da semana. Colocada de última hora na pauta de votação, o texto aprovado pelos vereadores traz detalhes sobre a reforma. A economia resultante da redução de 168 cargos comissionados é um deles.

De acordo com a justificativa apresentada pela Mesa Diretora da Câmara, responsável pela elaboração do projeto a “economicidade” foi um dos motivos primordiais para elaboração da reforma administrativa.

“Em estudo preliminar realizado internamente entre os nobres edis, constatou-se a possibilidade de execução dos serviços prestados pelo Órgão Legislativo com menor efetivo e maior comprometimento e dedicação dos cargos comissionados de livre provimento que atuam nos gabinetes dos vereadores, em respeito à aplicação dos recursos públicos e trazendo uma economia imediata nos próximos doze meses de R$8.895.432,00”, diz o texto. O montante representa 13% do orçamento total da Casa previsto para o ano de 2017, estimado em R$60 milhões.   

Na sessão ordinária da última quinta-feira, 20, pela primeira vez os vereadores tocaram no assunto publicamente. Presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Tinha di Ferreira (PTB) “parabenizou” os vereadores pela aprovação da matéria. “Parabéns ao todos os vereadores que votaram pela redução. Esse é o caminho novo que o eleitor quer. A política desse país mudou”, afirmou o parlamentar. Aprovado em primeira votação, o projeto de resolução voltará à pauta na semana que vem. 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style