Quinta-Feira, 29 de Junho de 2017

Esportes


18/05/2017 - 00:00

Tuca não vem, Diniz recua e Audax dança

Sobrou para Maércio comandar a equipe na estreia da série D
Por Leonardo Abrantes
Osasco

Diniz

Diniz (Foto: Renato Silvestre)
(esportes@webdiario.com.br)

O Audax esperou por Fernando Diniz por quase dois meses e, diante da indefinição da continuação ou não do treinador, decidiu acertar com Tuca Guimarães. O técnico era esperado para assumir a equipe na última segunda-feira, 15, mas um “detalhe” inesperado prejudicou o planejamento: treinado por Tuca, o Nacional se classificou para a final da Série A-3 do Campeonato Paulista. Com isso, o treinador só poderia se juntar ao Audax na terceira rodada da Série D, e sua contratação está praticamente descartada. A diretoria osasquense até voltou à carga sobre Fernando Diniz, mas quem comandará o time na estreia da Série D será Maércio Zeferino, um dos coordenadores das categorias de base de Osasco. Utilizar Máercio interinamente foi a saída encontrada pela diretoria do Audax para suprir a falta de um treinador efetivo. Embora ainda espere por Fernando Diniz, o clube trabalha com outras possibilidades. A primeira era Tuca Guimarães, que praticamente foi descartado depois de quase ser anunciado oficialmente. Pesou contra ele uma conversa com Mário Teixeira, proprietário do Audax, que não gostou do perfil do treinador. Além disso, Tuca só chegaria ao Audax depois da final da Série A-3 do Paulistão. Os dois jogos da final do estadual acontecerão nos dois próximos sábados, datas que antecedem as partidas do Audax no Brasileiro contra o Itumbiara (GO) e a Portuguesa (RJ). Com o não do empresário, e a impossibilidade de Tuca assumir imediatamente, o time de Osasco voltou a negociar com Diniz. Como as sondagens de outros clubes pelo treinador vice-campeão paulista de 2016 não saíram do papel, a diretoria do Audax manteve a esperança de contratá-lo para o restante da temporada ou, pelo menos, para o início da Série D. Internamente, porém, o clube trabalha com a certeza de que não será  Diniz o comandante na quarta divisão nacional. Com todas essas indefinições, não há prazo para que Maércio deixe o comando interino do Audax. Além da partida contra o Itumbiara, deve ser ele o treinador diante da Portuguesa, na segunda rodada da Série D.  

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style