Quarta-Feira, 26 de Julho de 2017

Esportes


06/07/2017 - 00:00 - Atualizado em 06/07/2017 - 00:00

Barueri está na mira de Jaqueline

Ela ainda não fechou contrato para a temporada 2017/2018
Por Da redação
Barueri

(esportes@webdiario.com.br)

Geralmente, são os clubes que ficam de olho nos atletas, ao final de cada temporada, em busca de reforços para o novo ciclo. Mas há também jogadoras que “miram” equipes. Esse seria o caso de Jaqueline, campeã olímpica com a seleção brasileira de vôlei feminino e que ainda não fechou contrato para a temporada 2017/2018.

Seu maior interesse seria jogar com a camisa do Hinode/Barueri, conforme divulgou o jornalista Bruno Voloch, em seu blog, especializado em vôlei, no site do Estadão.  Na temporada passada, ela defendeu o Camponesa/Minas. Mas agora quer defender um time paulista, para ficar próximo da família. Seu marido, o também jogador Murilo, continua no Sesi-SP. O salário da atleta, que também já defendeu o Sesi e o Osasco,  costuma ser um problema para qualquer time. Mas ela já teria conseguido, segundo Voloch, um patrocínio individual, o que facilitaria a negociação com o clube de Barueri.

Por enquanto, nenhuma das partes se posicionou sobre o assunto. O técnico do Barueri é José Roberto Guimarães, que também comanda a seleção brasileira e faz hoje sua estreia no Grand Prix, na Turquia. Na convocação da seleção, ele explicou que deixou Jaque de fora do elenco que inicia o novo ciclo olímpico porque ela precisa recuperar a forma física. O time de Barueri fará sua estreia na Superliga, após ter faturado, em abril, o título da Superliga B. Até agora, Zé Roberto confirmou a renovação com a base da temporada passada e trouxe, como principal reforço, a levantadora Naiane. 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style