Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017

Polícia

11/07/2017 - 00:00 - Atualizado em 11/07/2017 - 00:00

Número de mulheres presas dobra em dez anos no Estado

68% estão presas por conta do tráfico
Por Da redação
Estado

(policia@webdiario.com.br)

O número de mulheres atrás das grades dobrou, no Estado de São Paulo, em 10 anos. Em 2007, o sistema carcerário paulista contava com 6221 presas. Já este ano, a população carcerária feminina soma 12.594 pessoas. Essa alta, de 102%, é o dobro da registrada entre os homens.

Embora o total de presos seja bem maior, ele cresceu 66% nesse mesmo intervalo, passando de 129,9 mil para 215,8 mil. Os números foram divulgados pelo SPTV nesta terça-feira. O levantamento também revela que esse crescimento está diretamente relacionado ao tráfico de drogas.

Dentre as detentas, 68% estão presas por conta do tráfico. Já o perfil é de jovens, com menos de 30 anos, e mais de um filho. Além disso, 40% das presas no estado não têm o Ensino Fundamental completo. Ainda quanto ao tráfico, a maioria delas não ocupava altos cargos entre os cartéis. “Elas não são grandes traficantes. Não são mulheres que traficam armadas, que gerenciam o tráfico, que ganham altas somas de dinheiro com o tráfico. Elas são usadas por esse tráfico como instrumento fácil, ali, de transporte”, explicou a defensora pública Juliana Garcia Beloque.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style