Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

Polícia

03/08/2017 - 00:00 - Atualizado em 03/08/2017 - 00:00

Polícia fecha cerco aos "micro traficantes" em Osasco

Eles vendem maconha, crack e cocaína em pequenas quantidades
Por Da redação
Região

(policia@webdiario.com.br)

A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) de Osasco inicia este mês uma ação especial de combate ao tráfico de drogas. A partir de agora, serão realizadas operações visando fechar o cerco aos chamados “micro traficantes”, que atuam em bocas espalhadas pela cidade, comercializando maconha, crack e cocaína em pequenas quantidades, diretamente aos usuários. Essa nova tática tem duplo objetivo. Um dele é reduzir os demais índices de crimes ligados ao tráfico, como roubos e furtos cometidos por usuários. E o segundo é deter os chamados “peixes pequenos” para chegar até os grandes distribuidores.

“Se pegarmos alguém traficando ou portando drogas, será cana na hora”, explica o investigador José Roberto, chefe da equipe da Dise. Os primeiros alvos da ação foram as favelas do Riosam, na Vila Pestana, e da Jaguara, na divisa entre a Vila dos Remédios e São Paulo. Na Riosam, os policiais receberam informações de que uma mulher baixa e gorda, com cabelos longos, estava vendendo drogas na rua Aristides Belini. Ao chegarem ao local, deram de cara com a suspeita, que correu para a favela e entrou em um barraco. Ela foi abordada e estava com 32 gramas de cocaína. Um rapaz, que estava na calçada, do outro lado da rua, também chamou a atenção dos policiais e foi abordado. Ele estava com um pino de cocaína, que havia acabado de comprar a droga da mulher.  No Jaraguá, a ação foi semelhante. Uma denúncia anônima informava sobre tráfico em andamento. Investigadores fizeram uma campana, em veículo descaracterizado, e suspeitaram de um homem parado em frente a um barraco. Ele foi abordado e estava com 5 papelotes de maconha, prontos para a venda. O suspeito acabou confirmando que era traficante.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style