Sexta-Feira, 22 de Setembro de 2017

Política


11/08/2017 - 00:00

Bilhete Único tem votação adiada pela terceira vez

Vereador autor da proposta, Ni da Pizzaria admite que há uma indefinição sobre o assunto. Ele se reunirá com Rogério Lins para abordar o tema
Por Maximiliano Soriani
Osasco

Ni da Pizzaria

Ni da Pizzaria (Foto: Luciano Benazzi)
(maximiliano@webdiario.com.br)

Pela terceira sessão consecutiva, a análise do Projeto de Lei que cria o Bilhete Único no município de Osasco foi adiada. A proposta que está pautada desde o dia 3, deveria ter sido avaliada na sessão de quinta-feira, porém, a falta de quórum impediu o avanço da matéria na Casa.

No entanto, agora há uma indefinição sobre o assunto, como explicou o autor da propositura, o vereador Ni (PODE). “Na próxima segunda-feira, 14, teremos uma reunião com o prefeito Rogério Lins porque envolve gastos. É preciso agora analisar os custos”, disse. Portanto, a proposta só vai prosperar no legislativo caso haja um consenso com o Executivo.

A implantação do Bilhete Único em Osasco estava incluída no programa de governo de Rogério Lins quando candidato a prefeito, entretanto, a sugestão foi antecipada e apresentada pelo vereador Ni em março deste ano, quando protocolou o ofício na Câmara. Anteriormente, o parlamentar garantiu que os atrasos não eram decorrentes por falta de apoio entre os colegas vereadores e frisou que todos os demais eram favoráveis à ideia.

Pelo projeto, o Bilhete Único dará ao passageiro o direito de usar “quantas conduções quiser no período de duas horas”, contada a partir da primeira viagem pelo preço de uma passagem. De acordo com Ni, a implantação do Bilhete Único deverá favorecer 200 mil pessoas. Ainda caso prefeitura e vereadores cheguem ao consenso, o projeto precisa passar por duas discussões no plenário, ser aprovado e, somente após este trâmite, ser encaminhado para sanção do prefeito Rogério Lins.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style