Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017

Polícia

11/08/2017 - 00:00

Genro dá soco na sogra em Osasco

Idosa foi agredida ao tentar defender a filha, que era ameaçada
Por Graciela Zabotto e Maranhão
Osasco

Preso

Preso (Foto: Divulgação)
(policia@webdiario.com.br)

Um homem de 39 anos foi parar na delegacia depois de agredir fisicamente sua sogra, de 62 anos, na Vila Industrial, em Osasco. A briga teria acontecido depois da sogra defender a filha das ofensas e ameaças que tem sofrido do marido. Uma equipe da polícia civil estava em patrulhamento quando foi parada por populares que pediam ajuda para separar uma briga familiar. Quando chegaram à residência, policiais militares já haviam apartado a discussão e estavam socorrendo a vítima, que foi encaminhada para a UPA, da Vila Menck, e posteriormente para o IML (Instituto Médico Legal) de Osasco. A discussão ocorreu quando o genro expulsou sua sogra da casa e jogou os seus pertences pessoais na garagem.

Quando a senhora foi contê-lo, foi agredida com um soco no rosto. A esposa, de 32 anos, estava trabalhando quando recebeu a notícia da agressão. Quando chegou em casa houve novo desentendimento e o agressor a ameaçou de morte. Ao tentar fugir do local em seu veículo, quase atropelou o cunhado e ainda bateu em um carro que estava estacionado na rua. Na casa do agressor, os policiais civis apreenderam um canivete com lâmina de 22 centímetros. Na delegacia, a esposa contou que essa não foi a primeira vez que o marido a ameaçou de morte e disse que também já foi vítima de agressão física, mas que nunca registrou Boletim de Ocorrência. A esposa relatou que o marido a ofende muito e que, por estar desempregado, as brigas têm sido constantes. O caso foi registrado no 7º DP de Osasco. O agressor foi indiciado por lesão corporal e ameaça, violência doméstica e dano. Mas poderá responder em liberdade caso pague a fiança de R$ 2 mil.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style