Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017

Política


30/08/2017 - 00:00 - Atualizado em 30/08/2017 - 00:00

Furlan chama Congresso de "covarde e burro"

Por Maximiliano Soriani
Barueri

(maximiliano@webdiario.com.br)
 
Durante os trabalhos do Fórum de Gestão Municipal de Impacto, promovido pelo consórcio Cioeste, o prefeito de Barueri, Rubens Furlan (PSDB), atacou a proposta de lei que visa mudanças na distribuição do Imposto Sobre Serviços (ISS) aos municípios, o que pode causar queda de arrecadação de Barueri Segundo o gestor, os parlamentares não sabem como tratar da lei. "Não sabem como executar a lei. Além de covardes, são burros porque se fossem competentes não iriam promover essas leis e essa besteira. Sou a favor de melhor distribuição de renda, não só dos municípios, como do povo também. Só que tem que fazer com competência. Não se pode jogar isso na cara dos trabalhadores", declarou.
 
Na ocasião, sobrou até para o Tribunal de Contas do Estado (TCE - SP) devido às observações que o órgão fez sobre determinadas licitações da atual gestão. "Ou enfrentamos o Tribunal de Contas, ou ele para nossa cidade. Demorei seis meses para comprar uniformes e mais sete meses para contratar uma agência de publicidade. Como vamos fazer? Estamos oito meses [no governo] e eles param nós. Os concorrentes [derrotados] das licitações querem nos parar também. Eles pedem 30 dias depois no Tribunal para contestar os resultados", desabafou Furlan.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style