Quinta-Feira, 21 de Setembro de 2017

Política


30/08/2017 - 00:00 - Atualizado em 30/08/2017 - 00:00

'Quero ver quem tem saco roxo para ir ao Ministério Público'

Frase é do vereador Carlinhos que acusa o Movimento Liberta Barueri de perseguição. "Queriam que eu bancasse um jornal contra o prefeito e tentaram extorquir vereadores e secretários. Vamos conversar nos tribunais", desabafou
Por Maximiliano Soriani
Barueri

(maximiliano@webdiario.com.br)

“Vamos conversar nos tribunais. Quero ver quem tem saco roxo para ir comigo lá no Ministério Público”. Com essa frase o presidente da Câmara Municipal de Barueri, Carlinhos do Açougue (DEM), não conteve o tom de suas críticas ao grupo político Movimento Liberta Barueri (MLB) durante a sessão de terça-feira, 29. Em uso da tribuna, o vereador acusou os participantes de extorsão, perseguição ao legislativo, pedidos de empregos, além de calúnia e difamação.

O desabafo do democrata foi uma resposta a membros do grupo que o teriam chamado de “bandido” em redes sociais. Ele chegou, inclusive, a mostrar cópias dos recados ofensivos. “Tentaram se aliar comigo para ir contra o governo, mas não sou falso, e não faço traição e agora ficam me perseguindo, me denunciando. Eles não têm nem CNPJ. Queriam que eu bancasse um jornal contra o prefeito e contra o Toninho Furlan(secretário de Suprimentos).Não jogo sujo, por isso a perseguição”, alertou o presidente.

Conforme Carlinhos, integrantes tentaram forçar a contratação de uma jornalista na Câmara e de uma empresa do setor televisivo. Porém, ele explicou que recusou porque nos dois casos é exigido o concurso público além de licitação, como foi acertado com o Ministério Público por meio de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC). “Mas eles ligaram para um monte de vereadores e secretários para extorquir, como fizeram aqui”, acrescentou.

Segundo Carlinhos, as negativas geraram algumas denúncias por parte do MLB contra a Câmara e desafiou o movimento a provar qualquer irregularidade em sua gestão. “Vamos conversar nos tribunais. Quero ver quem tem saco roxo de ir comigo lá no Ministério Público”, disse.

O democrata garante que tudo está registrado e apresentará novo áudio revelador na semana que vem. Em contato com o Diário da Região, o MLB informou que a fala do vereador está com jurídico do grupo desde terça para análise e garante que medidas judiciais serão tomadas. 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style