Segunda-Feira, 20 de Novembro de 2017

Polícia

30/08/2017 - 00:00 - Atualizado em 30/08/2017 - 00:00

Menor manda matar irmãos para morar com namorado

"Quero que mate eles". Esse foi o pedido de uma jovem de 16 anos aos integrantes de uma facção criminosa. Mas antes do assassinato, ela acusou os dois de estupro
Por Graciela Zabotto e Maranhão
Itapevi

(policia@webdiario.com.br)
 
“Quero que mate eles”. Esse foi o pedido de uma jovem de 16 anos aos integrantes de uma facção criminosa. Mas antes do assassinato, ela ainda acusou os dois de estupro.

Por duas vezes, a menor fugiu da casa onde morava com os irmãos para morar com o namorado, na favela do Recanto Paulistano, em Itapevi. Em todas as tentativas, os irmãos da jovem foram buscá-la. Na terceira fuga, a menor foi até a Delegacia da Mulher, em Itapevi, e denunciou os irmãos.

“Ela disse que os irmãos haviam abusado dela sexualmente. Ela mentiu para a delegada. Porém, a delegada acreditou, fez um Boletim de Ocorrência (B.O). e colocou a jovem em proteção do Conselho Tutelar. Naquela mesma noite, ela fugiu do Conselho Tutelar e foi se esconder na favela”, contou Fernando Shimidt, Delegado do SHPP, da Delegacia Seccional de Carapicuíba, que comandou a operação realizada pelos policiais Rubens Quadrado, Genival e Wilson. Na favela, a menor mostrou o B.O. ao namorado e pediu que ele a escondesse. O casal mudou de barraco e, após três meses, os policiais encontraram a menor e a levaram à delegacia para fazer o B.O. de Encontro de Desaparecido.

“Por coincidência, a escrivão de polícia que estava de serviço era a mesma que tinha feito o B.O. do falso estupro e questionou a jovem sobre o desaparecimento dela e dos irmãos e a menor confessou o crime”, disse Shimidt. Aos policiais, ela contou que o namorado comentou com um traficante que sua namorada foi estuprada pelos irmãos. O traficante e alguns colegas pediram autorização a uma facção criminosa para levar os irmãos ao Tribunal do Crime, onde foram torturados.

“Os traficantes mostraram fotos dos irmãos machucados e perguntaram para a menor o que ela queria que fizessem com os irmãos e ela disse: eu quero que eles morram. Os traficantes executaram os dois”. Os corpos, enterrados na favela, foram descobertos pelos investigadores no dia 8 de junho. Já em estado de decomposição, foram encaminhados ao IML e reconhecido por outro irmão. A menor está na Fundação Casa. O namorado e quatro traficantes estão presos. Segundo o delegado, outros três indivíduos estão foragidos. Eles responderão por crime de tortura e homicídio duplamente qualificado e ocultação de cadáver.

“Esse é um caso que mexe com qualquer um pela frieza de uma adolescente de 16 anos que criou uma história mentirosa e determinou a morte dos irmãos que só queriam o seu bem e acabaram morrendo covardemente”, finalizou Shimidt.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style