Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Política


11/10/2017 - 19:48

"Queremos respeito", diz "autor" de convite com beijo de heróis

Segundo Gabriel Youko, imagem de Batman beijando o Superman tem como objetivo despertar questionamento nas pessoas: "se você estivesse em apuros importaria se seu herói fosse homossexual?"
Por Leonardo Abrantes
Osasco

polêmica

polêmica (Foto: Divulgação)
(política@webdiario.com.br)

Gabriel Youko, um dos organizadores da reunião da setorial de Artes Visuais e Grafites, também criticou a postura do vereador Daniel Matias (PRP) sobre o folder divulgado no Facebook da Secretaria da Cultura chamando os artistas para a reunião. O material traz o Batman beijando o Superman. Para o vereador isso não é cultura e afronta os valores da família.

Já Youko explica que a imagem usada no convite foi retirada de um grafite em Nova York (EUA), feito pelo artista britânico Rich Simmons e tem justamente o objetivo de despertar o questionamento nas pessoas: “se você estivesse em apuros importaria se seu herói fosse homossexual?”. Essa é a mensagem.

Youko afirma que a setorial sempre esteve alinhada à diversidade das mais variadas vertentes, seja religiosa, racial, orientação sexual ou classe social. A meta é justamente debater o tema para evitar comentários e reações homofóbicas. Ele também é membro do coletivo Casulo e da Frente Popular pela Cultura Oeste.

Ao Diário da Região, Youko criticou o vereador e pediu mais respeito e tolerância. Assim, como vários manifestantes que protestaram contra o vereador, na Câmara de Osasco, Youko também acredita que posturas como as de Daniel Matias incitam o ódio. O parlamentar rebate e afirma que não fez menção a pessoa alguma, apenas criticou a Cultura pela divulgação. Youko isenta a pasta comandada por Gustavo Anitelli e afirma que o material divulgado não custou nada aos cofres públicos. “A Secretaria simplesmente cumpriu com o dever dela que é o de dar publicidade aos encontros setoriais pela página oficial do Facebook”, afirmou.

Sobre as declarações de Daniel, para quem a publicação seria ofensiva às crianças e à família, Youko rebate. “A arte só circulou no Facebook e, pelas normas, menores de idade não podem participar. Então, se alguma criança ou adolescente menor de 18 anos teve acesso àquilo foi por irresponsabilidade do responsável por ela, embora a gente trate aquele beijo como algo normal. Poderia ser beijo entre duas mulheres, entre um homem e uma mulher ou entre dois homens, como foi o caso”, disse Youko.

Por fim, o conselheiro defende a liberdade de expressão e cobra respeito com a população LGBT. “Você não é obrigado a concordar com nada e é isso que a gente defende. Você tem seus princípios, suas ideologias. A gente só quer respeito e o principal, conviver em sociedade com pessoas que têm ideologias diferentes e habitar o mesmo espaço em harmonia. Esse é o nosso maior objetivo”, concluiu.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style