Domingo, 19 de Novembro de 2017

Política


08/11/2017 - 00:00 - Atualizado em 08/11/2017 - 00:00

PSDB indicou Bognar, mas Melli foi escolha de Lins

Informação é do vereador De Paula, que preside o diretório tucano em Osasco, sobre as mudanças no primeiro escalão do governo
Por Leonardo Abrantes
Osasco

(politica@webdiario.com.br)

Sebastião Bognar foi a primeira indicação de De Paula como presidente municipal do PSDB de Osasco ao prefeito Rogério Lins (PODE). O dirigente tucano e vereador confirmou que partiu de seu grupo político a sugestão de Bognar para substituir Gustavo Anitelli na secretaria da Cultura. Já Ângelo Melli, novo secretário da Habitação, embora filiado ao PSDB, foi uma escolha exclusiva do prefeito.

Com as nomeações de Bognar e Melli,o PSDB acumula agora quatro secretaria e é o partido com o maior número de pastas no governo. Além da Cultura e Habitação, a legenda também detém o comando das secretárias da Saúde e do Meio Ambiente. De Paula credita o crescimento da legenda à “qualidade” dos integrantes da sigla, mas confirma que trabalhou pessoalmente para que Bognar assumisse a pasta da Cultura.

“O prefeito está reorganizando as secretarias e pegou quadros qualificados do partido para fazer parte da administração e ajudar a melhorar a cidade. Fui consultado a respeito do secretário da Cultura, o Bognar. É uma indicação nossa, do conjunto do PSDB. O Ângelo Melli é filiado ao PSDB, mas o Rogério apenas me informou que faria a nomeação. A indicação que o PSDB fez, nesse momento, foi do Sebastião Bognar”, explicou De Paula.

Sobre outras mudanças no primeiro escalão, como uma eventual troca de José Carlos Vido por André Sacco na secretaria da Saúde, De Paula deixou a escolha nas mãos do prefeito, mas garantiu apoio a Vido. “Isso é um entendimento do prefeito Rogério Lins. O PSDB, que está com a Secretaria da Saúde, tem que responder à altura da necessidade do povo. Mas [trocar o secretário] é uma decisão do prefeito. Vamos aguardar, mas o PSDB está com o Vido”, garantiu.

O presidente municipal do PSDB também não confirmou se o partido terá espaço na reforma que Rogério Lins prometeu realizar no segundo e terceiro escalões de seu governo. “O prefeito ainda não nos chamou para conversar sobre esse assunto. No momento, até agora, foi apenas a indicação do Bognar”, finalizou.  

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style