Domingo, 19 de Novembro de 2017

Esportes


08/11/2017 - 00:00 - Atualizado em 08/11/2017 - 00:00

Oeste mantém foco na subida

Time pode entrar no G-4 na próxima rodada
Por Leonardo Abrantes
Barueri

Mazinho

Mazinho (Foto: Luciano Benazzi)
(esportes@webdiario.com.br)

Estava tudo pronto para o Oeste finalmente entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro, mas um tropeço em casa, na Arena Barueri, impediu que o Rubrão terminasse a rodada no grupo de classificação para a Primeira Divisão. O enredo bem que poderia ser da partida entre Oeste e Ceará, disputada há cinco rodadas, mas é bem mais atual. Na última terça-feira, 7, o time comandado por Roberto Cavalo empatou por 1 a 1 com o Figueirense e desperdiçou a segunda chance de alcançar o G4.

Contra o Ceará, bastava uma vitória para o Oeste tomar a 4ª colocação do Vozão na tabela, mas a derrota por 1 a 0 afastou o Rubrão do G4. O time de Barueri precisou de mais quatro jogos para se recuperar e voltar a encostar no grupo de classificação para a Série A. Antes do duelo contra o Figueirense, apenas 1 ponto separava o Oeste do Paraná, atual 4º colocado, que perdeu por 2 a 0 para o Brasil de Pelotas. Dessa vez, o empate com o Figueira adiou novamente o sonho dos jogadores do Rubrão.  O resultado levou o Oeste aos 56 pontos, mesma pontuação do Paraná, que leva vantagem no número de vitórias (16 a 14).

“A gente sente ansiedade. Tivemos duas oportunidades contra o Ceará e Figueirense e não conseguimos. O grupo não vê a hora de conseguir entrar no G4, mas estamos no campeonato. Esse ponto deixa o campeonato em aberto até o final”, avaliou Mazinho, autor do gol de empate do Oeste na partida. André Luis abriu o placar para o Figueirense, que atuou o segundo tempo inteiro com um jogador a menos. Guilherme Lazaroni foi expulso na primeira etapa.

Embora lamente mais uma oportunidade perdida, Mazinho valoriza o ponto conquistado diante do Figueira. Para ele, o Oeste chegará ao G4 no momento certo.  “Bom não foi, porque se o Paraná perdesse e o Oeste vencesse a gente entraria no G4. Mas talvez não seja a hora certa de entrar no G4. O grupo é bem consciente que o que vale é estar no G4 na última rodada. Não conseguimos agora, mas o time não vai baixar a cabeça. Isso já aconteceu antes e o time reagiu bem, vencendo jogos fora de casa e voltando à briga. Temos que seguir firme nessa batida para entrar na hora certa”, aconselhou.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style