Domingo, 19 de Novembro de 2017

Política


13/11/2017 - 00:00 - Atualizado em 13/11/2017 - 00:00

Bruna e Furlan não embarcam no clima 'Alckmin presidente'

Silêncio da deputada e de seu pai, nas mídias sociais, alimenta boataria sobre a possível saída do partido. Lideranças da região ovacionaram o governador
Por Juliana Oliveira
Barueri

Rubens Furlan

Rubens Furlan (Foto: Luciano Benazzi)
(politica@webdiario.com.br)

Domingo, 12, lideranças tucanas de toda a região se encontraram em São Paulo para a convenção estadual do PSDB. Elvis Cesar, prefeito de Santana de Parnaíba, De Paula, vereador e presidente do PSDB de Osasco e José Carlos Vido, secretário de Saúde de Osasco e coordenador regional do PSDB da Região Oeste, ovacionaram o governador Geraldo Alckmin como possível candidato a presidente em 2018. E, enquanto os três postavam, minuto a minuto, vídeos e fotos sobre o evento, o silêncio do prefeito de Barueri Rubens Furlan e da deputada federal Bruna Furlan alimentou a rede de boataria sobre a possível saída da dupla da sigla.

A animação no ninho tucano paulista era tão grande, que Carlos Vido publicou em sua página “aqui começamos a reescrever a história do nosso partido. Chega de trapalhadas. São Paulo mais uma vez dará o rumo”, destacando seu apoio as pré-candidaturas do governador Geraldo Alckmin a presidente e do deputado Floriano Pesaro a governador. "Aqui estão o próximo governador dos paulistas e o próximo presidente de todos os brasileiros. O caminho está traçado. Também os tucanos dos sete municípios da Grande São Paulo Oeste, da qual tenho a alegria de ser o Coordenador Regional”, afirmou. Quem também estava bastante soltinho era o prefeito Elvis Cézar que postou fotos e um vídeo do local.

Muitos dão como certa a saída de Rubens Furlan para engrossar as cadeiras do Podemos, que passaria a contar com 3 prefeitos na região. Furlan se somaria a Rogério Lins (Osasco) e Igor Soares (Itapevi). O convite teria partido da deputada estadual e presidente nacional do Podemos, Renata Abreu. Caso ele aceite, barganharia a pré-candidatura a governador do Estado. Já Bruna, estaria sendo “paquerada” pelo PRB para disputar o Senado em "chapa dos sonhos".  Para o ministro Marcos Pereira, nome forte da sigla, a deputada federal pode tirar votos de Marta Suplicy.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style