Domingo, 21 de Janeiro de 2018

Esportes


05/01/2018 - 00:00 - Atualizado em 05/01/2018 - 00:00

Audax dá adeus ao tiki-taka

Novo treinador investe em filosofia oposta a de Fernando Diniz
Por Leonardo Abrantes
Osasco

Fernando Diniz

Fernando Diniz (Foto: Renato Silvestre)
(esportes@webdiario.com.br)

Escolhido para comandar o Audax na Série A-2 do Campeonato Paulista, Luciano Quadros será o primeiro treinador a dirigir o time de Osasco no estadual. Antes, apenas Fernando Diniz havia treinado a equipe no Paulistão desde que o Audax se transferiu para a cidade, em 2014. Por isso, os torcedores osasquenses se acostumaram a ver o time jogar sempre da mesma maneira: investindo na troca de passes e na movimentação constante de seus jogadores. Com Luciano, porém, será diferente. Conhecido por montar esquemas sólidos, o novo treinador apostará nos contra-ataques e nas jogadas em velocidade.

Embora prometa preservar algumas características do modelo de jogo de Fernando Diniz, Luciano Quadros deixa claro que quer impor sua filosofia no Audax. “Em termos de posicionar o time dentro de campo, vamos mudar sim. Não vamos perder aquilo que se tem [do Diniz] que é o domínio do jogo, posse de bola e movimentação, mas mudamos o seguinte: agora se recompõe mais rápido, com as linhas mais fechadas e quando tem a oportunidade de chegar à frente para agredir o adversário, vai para frente rápido, não fica muito naquela coisa de jogar para trás. Não sou contra. Foi um estilo vencedor que mudou a visão do futebol brasileiro sobre muita coisa, mas a gente entendia que precisava ser melhor recomposto defensivamente também”, avaliou Luciano Quadros. O estilo de jogo de Diniz ficou consagrado, principalmente, pela utilização do goleiro Felipe Alves. Com os pés, ele iniciava quase todas as jogadas do Audax, mesmo quando pressionado pelo adversário.

Mantido no elenco, o camisa 1 ainda jogará com os pés, mas com moderação. “Continua saindo [jogando com os pés], mas com o objetivo maior de que se tiver situação melhor pra frente, é pra jogar para frente. Vamos ser uma equipe muito rápida. Com jogadores de lado e meio de campo que são velozes e ágeis. Então, quanto mais a gente puder infiltrar para chegar com velocidade ao gol adversário, melhor”, adiantou. 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style