Domingo, 16 de Dezembro de 2018

Cotidiano


12/01/2018 - 00:00 - Atualizado em 12/01/2018 - 00:00

Instituto Adolf Lutz confirma morte de quatro macacos em Cotia por febre amarela

Assim que a análise das mostras deram resultado positivo a Secretaria da Saúde foi notificada. O governo do estado afirma que não há motivo para pânico já que não existem registros de humanos com a doença na cidade. Os macacos não transmitem a febre amarela
Por Da redação
Cotia

(cotidiano@webdiario.com.br)

A Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo foi notificada pelo Instituto Adolf Lutz sobre o resultado positivo para febre amarela das amostras recolhidas de quatro macacos encontrados mortos em Cotia. A prefeitura em parceria com o governo estadual têm intensificado a vacinação na cidade e não há motivo para pânico porque, até o momento, não existe registro da doença em humanos em Cotia e nos municípios do entorno. Nesta quinta-feira, a Secretaria da Saúde de Cotia também desmentiu boatos de que uma moradora do Jardim Sandra tivesse morrido de febre amarela. Grupos de whatsapp espalharam a falsa notícia que também circulou em outras redes sociais.

A Prefeitura de Cotia intensificou o bloqueio contra a febre amarela. Vacinas são disponibilizadas em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS). Os horários da vacinação variam de acordo com a unidade que funcionam de segunda a sexta-feira das 8h às 17h. Em geral, o agendamento para vacinação é feito até às 15h. Segundo a Secretaria da Saúde, até o momento, mais de 60% da população de Cotia está imunizada contra o vírus. Há doses para todos. Não haverá necessidade de fracionamento.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style