Domingo, 17 de Junho de 2018

Política


12/01/2018 - 00:00

Samba de Rua diz que Bognar ampliou diálogo com vereadores

Secretário-adjunto chama Bognar de "todo certinho" e diz que a troca de Anitelli aproximou a Cultura da Câmara. Ele não acredita que os vereadores atribuam à Cultura qualquer excesso do público durante o Carnaval.
Por Leonardo Abrantes
Osasco

Paulinho Samba de Rua

Paulinho Samba de Rua (Foto: Luciano Benazzi)
(política@webdiario.com.br)

A Secretaria da Cultura de Osasco não teme passar por novas represálias vindo da Câmara Municipal durante o carnaval, quando as pessoas se exageram nos atos. No ano passado, a bancada conservadora da Casa, liderada por parlamentares evangélicos, foi responsável pela exoneração de Gustavo Anitelli, ex-secretário da pasta, por conta do apoio que o petista dava, por exemplo, a movimentos como o da população LGBT. Às vésperas do carnaval, Paulinho Samba de Rua, secretário adjunto da Cultura, diz não se preocupar com a possível vigilância dos vereadores durante os quatro dias de folia. Com recursos reduzidos, a Secretaria da Cultura não aportará recursos financeiros ao carnaval de Osasco, mas incentivará os desfiles dos blocos de rua.

Ao todo, 11 blocos já procuraram a pasta em busca de aval. Questionado se a Secretaria dará orientação de comportamento aos componentes do bloco para evitar problema com a Câmara, Paulinho contemporizou e valorizou a presença de Sebastião Bognar, substituto de Anitelli no comando da pasta. “O papel deles é fiscalizar e ficar de olho no que está acontecendo. O primeiro alerta que eles nos fazem não é com represália, é no sentido de dar um aviso sobre o que deve ou não ser feito. Mas uma coisa é certa, com o Bognar lá, do jeito que ele é certinho, não vai ter problema”, afirmou Paulinho. Para o adjunto, a chegada do tucano à pasta ampliou o diálogo com os vereadores.

Segundo Paulinho, o fato de Bognar ser oriundo da Câmara Municipal, facilita o convívio com os parlamentares. “O diálogo é aberto, eles estão apresentando propostas voltadas àquilo que eles acham que é certo. Eles querem fortalecer a Cultura. Não tenho do que reclamar dos vereadores”, finalizou.
 
 
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style