Sábado, 23 de Junho de 2018

Esportes


22/02/2018 - 00:00 - Atualizado em 22/02/2018 - 00:00

Osasco pega o Sesi de olho no terceiro lugar na classificação

Vitória sobre o lanterna da competição coloca time de Osasco de volta à briga pelo terceiro lugar na classificação.
Por Da redação
Osasco

Vôlei Osasco

Vôlei Osasco (Foto: Divulgação)
O Nestlé/Osasco entra em quadra, nesta sexta-feira, pela penúltima rodada da fase de classificação da Superliga. A equipe recebe, às 19 horas, o lanterna Sesi-SP no ginásio José Liberatti. Embora já tenha vaga garantida nos playoffs, o time ainda briga para subir na tabela. E uma vitória nesta sexta reacende a briga travada pelo terceiro lugar com o Camponesa/Minas. A equipe de Hooker é hoje a 3ª colocada, com 45 pontos, mas tem um jogo a mais que a de Tandara, que soma 41. Em caso de vitória, Osasco diminui essa diferença para até um ponto e deixa a decisão para a última rodada.

O problema é que terá pela frente o vice-líder e rival Sesc/Rio de Janeiro, enquanto as mineiras encaram o já desclassificado Renata/Valinhos. A partida desta sexta-feira será ainda um jogo de contrastes. Enquanto a equipe de Osasco tem o melhor ataque da Superliga (1.878 pontos), o adversário conseguiu apenas uma vitória em 20 rodadas e tem a segunda pior defesa, com 1.735 pontos sofridos. Para a central Bia, isso não faz muita diferença na hora da bola rolando.  “Os números são importantes, mostram a história das equipes na competição, mas não entram em quadra. Por isso, o foco é em fazer o nosso melhor, sempre lutando para jogar em nosso melhor nível. Trabalhamos forte e estudamos o time do Sesi para conquistar mais um resultado positivo no Liberatti”, afirmou.

Osasco segue ainda dominando o Time do Sonho da Superliga. A equipe tem três entre as seis atletas na seleção do Campeonato: Tandara, Bia e Nadja Ninkovic. Tandara segue como a maior pontuadora no geral e segunda na porcentagem das parciais (395 pontos no total e 5 por set), segundo a estatística da CBV. A atacante também é a quarta sacadora mais ‘mortal’, com 23 aces. Bia também se mantém como o paredão da Superliga. A central é a melhor bloqueadora, com 77 pontos marcados, e terceira aproveitamento por set, com 0,97 bloqueio vencedor por parcial. Já a líbero Tássia é vice-líder no fundamento recepção, com 73% de aproveitamento no passe.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Vip Style