Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018

Polícia

12/03/2018 - 00:00

Cotia tem 'botão do pânico' para vítimas de violência doméstica

Por Redação
Osasco

GCM Cotia

GCM Cotia (Foto: Vagner Santos)
(policia@webdiario.com.br)

As vítimas de violência doméstica que estejam sob medida protetiva – ordem judicial que proíbe a aproximação do agressor - em Cotia ganharam um importante aliado. Elas vão contar com um “botão do pânico”, aplicativo que, ao ser acionado, informa diretamente a Guarda Civil Municipal sobre uma tentativa de nova agressão ou qualquer ameaça sofrida.

A medida está prevista em convênio assinado entre a prefeitura e o Tribunal de Justiça de São Paulo que formalizou, na última semana, a instalação do Programa Guardiã Maria da Penha, na cidade. A previsão é de que a medida seja adotada em até 60 dias.

Por meio do projeto, a guarda vai a monitorar os casos em que a Justiça emitir medida protetiva. O sistema é ligado à central da GCM que terá a localização da vítima e enviará a viatura mais próxima ao local. Mesmo que a vítima esteja em outra cidade, a guarda terá a sua localização e poderá solicitar ajuda à segurança daquela região.

Além do “botão do pânico”, o projeto prevê a instalação de um anexo no Fórum de Cotia para analisar e dar encaminhamento aos processos de violência contra mulher, agilizando os atendimentos.  Também nesse anexo, as mulheres atendidas serão informadas sobre o projeto Guardiã Maria da Penha e vão receber orientações jurídicas. Os guardas que vão atuar no projeto participaram de um treinamento com a Patrulha Maria da Penha, no Paraná. 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style