Domingo, 19 de Agosto de 2018

Cotidiano


05/04/2018 - 00:00

Hospital Municipal terá uma ala reformada por mês

Primeira foi a ala pediátrica, entregue esta semana. Próxima será o centro cirúrgico ou UTI. "Vamos investir também na contratação de profissionais", afirmou o prefeito Rogério Lins, lembrando que medidas fazem parte do contrato de gestão da unidade por Organização Social. Também como parte do contrato, hospital e UPAs agora contam com cinco novas ambulâncias
Por Erica Celestini
Osasco

Hospital Antônio Giglio

Hospital Antônio Giglio (Foto: Luciano Benazzi)
(cotidiano@webdiario.com.br)

A cada mês, o Hospital Municipal Antônio Giglio terá uma de suas alas reformadas. O anúncio foi feito pelo prefeito Rogério Lins, na última quarta-feira, durante entrega da ala pediátrica, que inaugurou esse cronograma. “Daqui um mês vamos voltar aqui, para entregar o novo centro cirúrgico ou um novo sistema de UTI.  A cada mês a gente vai entregar uma nova ala, reformada e com mais estrutura. Esse é o compromisso assumido pela OS que gerencia o hospital. E tem que ser cumprido. Vou cobrar e já marcar na minha agenda: daqui trinta dias vir aqui inaugurar uma nova ala. Fica da empresa o anúncio de qual será essa ala. 

Deve ser o centro cirúrgico ou UTI”, afirmou Lins, referindo-se ao contrato de gestão firmado com o Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV), organização social que administra a unidade. O diretor técnico da entidade, Ewandro Ruck, explicou que as reformas serão feitas até que todas as alas do hospital estejam reformadas, mas não precisou uma data para a conclusão do projeto. 

A ala pediátrica recebeu pintura nova, troca de réguas de suporte para oxigênio, ar comprimido, tomadas e novas bombas de fusão, além de mobiliário e nova sinalização visual com painéis educativos voltados à orientação aos pais nos cuidados com as crianças. Também como parte do contrato, foram disponibilizadas cinco ambulâncias para atender o hospital e as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) do Centro, Vila Menk e Jardim Conceição,  que são geridas pela mesma OS. No caso das UPAs, os veículos são usados na remoção dos pacientes até o hospital, que é a unidade de referência da rede. 

Já as duas disponibilizadas para o Antônio Giglio transportam pacientes para realização de exames e procedimentos realizados fora da cidade.  Elas são equipadas com UTI.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style