Quarta-Feira, 26 de Setembro de 2018

Política


10/07/2018 - 00:00 - Atualizado em 10/07/2018 - 00:00

Gil Lancaster propõe ter enfermeiro no cemitério

O serviço de enfermagem deverá ser implantado nos estabelecimentos funerários com movimento diário de 200 pessoas para atendimento de primeiros socorros no caso de mal súbito
Por Juliana Oliveira
Região

(politica@webdiario.com.br)
 
O deputado Gil Lancaster (PSB) apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa que autoriza o Governo do Estado a criar serviço de atendimento de enfermagem em todos os cemitérios e crematórios localizados em São Paulo. Para receber o benefício, os estabelecimentos funerários deverão contar com movimento diário a 200 pessoas, para realizar atendimento de primeiros socorros no caso de mal súbito dessas pessoas. A proposta já recebeu pareceres favoráveis dos relatores das Comissões de Saúde, deputado Hélio Nishimoto, e de Constituição, Justiça e Redação, deputado Salim Curiati.  

Para o autor, os cemitérios concentram pessoas de todas as idades, com os mais diversos problemas de saúde, que podem ser desencadeado em razão do choque causado pela dor da perda de uma pessoa querida. “Esse é um momento de muita dor, em especial durante os momentos finais de velório e sepultamento, provocando em muitos casos, descontrole emocional, desmaios, elevação violenta de pressão arterial, alteração dos níveis de glicose,  cefaleia aguda, colapso nervoso, crise convulsiva, dentre outros males, colocando em risco a saúde física e mental daqueles que acompanham esses cortejos”, destacou o deputado Lancaster em sua justificativa.

De acordo com o projeto, quando houver mais de um cemitério, crematório e capela funerária em uma mesma área, o posto de serviço de enfermagem poderá ser comum para todos os estabelecimentos funerários. O atendimento de enfermagem deverá ser realizado segundo as normas de exercício profissional do Conselho Regional de Enfermagem (COREN). A sala para atendimento de enfermagemcontará com aparelho de pressão, termômetro e estetoscópio, sendo necessário criar um protocolo interno das principais ocorrências clínicas.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style