Segunda-Feira, 20 de Agosto de 2018

Política


18/07/2018 - 00:00 - Atualizado em 18/07/2018 - 00:00

"Hospital está perto da perfeição" afirma Vido

Frase do secretário da Saúde de Osasco se refere ao Hospital Municipal Antônio Giglio e foi dita durante prestação de contas realizada pela Organização Social de Saúde que administra a unidade
Por Júlio Rezende / politica@webdiario.com.br
Osasco

"Hospital está perto da perfeição" afirma Vido

"Hospital está perto da perfeição" afirma Vido (Foto: Luciano Benazzi)
O secretário da Saúde de Osasco, José Carlos Vido, declarou durante reunião de prestação de Contas que o Hospital Municipal Antônio Giglio está entre as melhores unidades públicas de Saúde. A afirmação aconteceu na última terça-feira, 17, em reunião de prestação de contas solicitada pelo Conselho Municipal de Saúde, que também contou com a participação de representantes da empresa que gerencia o hospital, Instituto Social Saúde Resgate à Vida (ISSRV).

Segundo Vido, o gerenciamento da unidade de atingido as metas de atendimento de forma muito satisfatória e corroborado com a melhoria de todos o sistema na cidade. “Estamos satisfeitos com o serviço e a população de Osasco também tem elogiado a atuação dos profissionais de Saúde no local”, argumentou o secretário. O Hospital Antônio Giglio opera com gestão de Organização Social desde 2015. O ISSRV é o segundo instituto a administrá-lo. A nova empresa tem alcançado números favoráveis desde 2017, quando foi contratada emergencialmente pela prefeitura e também logo após assumir o funcionamento das UPAs Vila Menck e Jardim Conceição. A unidade hospitalar opera atualmente com 187 leitos e possui ainda pronto socorro e UTI infantil.

Os serviços do hospital estão totalmente integrados à Unidade de Pronto Atendimento – UPA Centro, que realiza média de 500 atendimentos mensais e funciona 24 horas por dia, inclusive aos sábados, domingos e feriados. São mais de 1.300 m², com infraestrutura, que garante conforto e agilidade no acolhimento dos usuários. O gerenciamento de forma terceirizada na área da Saúde tem sido utilizado por várias prefeituras e, inclusive pelo governo do Estado, por proporcionar formas mais rápidas de contratação de mão de obra e também de prestação de serviços com laboratórios e fornecimento de insumos e de medicamentos. Outro ponto que tem favorecido a adoção da modalidade de parceria é o controle de pessoal.

Nas OSSs os funcionários, em sua maioria trabalham em regime CLT e, estão submetidos às regras da legislação. No serviço público nem sempre é possível fazer o controle adequado da presença dos profissionais no serviço.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style