Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018

Polícia

05/09/2018 - 00:00 - Atualizado em 05/09/2018 - 00:00

Secretário de Segurança de Itapevi é preso por corrupção

Kleber Maruxo é suspeito de participar de esquema de cobrança de propina para liberação de veículos apreendidos na cidade. Em nota, prefeitura informou que colabora com investigações
Por Da redação
Itapevi

O secretário municipal de Segurança de Itapevi, Kleber Maruxo, foi preso, na manhã desta quarta-feira, sob acusação de corrupção e associação criminosa.  Ele seria suspeito de integrar um suposto esquema de cobrança de propina para liberação de veículos apreendidos no pátio municipal, mas não há detalhes sob o caso, pois as investigações seguem sob sigilo.

Maruxo foi preso em sua casa, onde também foram apreendidas duas armas de sua propriedade – um revólver calibre 38 e uma pistola 380, além de documentos e mídias, que serão incluídos na investigação.

A operação foi feita pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), grupo de atuação especial da Procuradoria Geral de Justiça, e conduzida pelos promotores de Justiça Marcelo Cassola, Fernando Bugiga e Bruno Godin, com apoio de Ricardo Navarro, Juliano Atoji e da Polícia Militar.

A prefeitura de Itapevi, em nota, informou que, embora não seja “parte do procedimento”, colaborou e continuará colaborando com as investigações, “mas que desconhece os fatos específicos que pesam contra o referido secretário, uma vez que o procedimento investigatório corre em sigilo”.

Nomeado para a Secretaria de Segurança logo no início do governo do prefeito Igor Soares, Maruxo está em sua segunda passagem pela administração municipal. Ele também atuou nos governos dos ex-prefeitos Ruth Banholzer e Jaci Tadeu, como comandante da Guarda Civil Municipal e secretário a mesma pasta, mas deixou o cargo em  fevereiro de 2016, após rompimento político com o então governo.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style