Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018

Polícia

06/09/2018 - 00:00 - Atualizado em 06/09/2018 - 00:00

Justiça Militar inocenta PM acusado de matar mecânico

Por Redação
Itapevi

PM acusado de matar mecânico

PM acusado de matar mecânico (Foto: Divulgação)
(policia@webdiario.com.br)

O Tribunal de Justiça Militar absolveu o soldado PM Adriano Soares de Araújo no processo de lesão corporal com resultado de morte do mecânico Eduardo Alves dos Santos, 42 anos. O crime aconteceu em 16 de janeiro de 2017, em Itapevi. Já a decisão do juiz José Alvaro Machado Marques foi proferida em  31 de agosto e divulgada na quinta-feira.   O juiz considerou que houve “insuficiência de provas” na acusação, que poderia resultar em prisão do acusado por até 8 anos. Ao Portal G1, o Ministério Público informou que vai recorrer da decisão em 2ª instância, no Tribunal de Justiça de São Paulo.  

No dia da morte, o policial, que atuava no 20º Batalhão da PM, atendeu a um chamado da mulher do mecânico, junto com o soldado Rafael Francisco de Vasconcelos. O casal estava  se separando e ela pediu proteção para retirar seus pertences da casa, onde também funcionava a oficina mecânica, já que o maridose recusava a deixar que ela entrasse. Enquanto Rafael ficou com ela do lado de fora, Adriano entrou para falar com o mecânico e os dois teriam iniciado uma discussão.  

Segundo a viúva, o marido argumentou que resolveria o caso com ela ou na Justiça e disse que precisaria continuar trabalhando, pois precisava entregar um carro no mesmo dia. Nesse momento, Adriano teria pego Eduardo pelo pescoço e jogado em cima do veículo, aplicando uma rasteira. O mecânico tentou se segurar e rasgou a farda do PM, dando início a novas agressões. O PM deu um chute no rosto da vítima e só parou quando a viúva pediu. 

Depois disso, ainda segundo a mulher, o policial chamou reforços pelo celular e voltou para agredir a vítima com golpes de cassetete nas pernas, braços, cabeça e barriga. Na sequência, ligou para a própria mulher, que trabalhava no Samu, e pediu que enviasse uma ambulância. O mecânico foi levado para o Pronto Socorro Central de Itapevi, onde morreu em decorrência de hemorragia interna.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style