Sábado, 15 de Dezembro de 2018

Política


11/10/2018 - 00:00 - Atualizado em 11/10/2018 - 00:00

Rogério Lins deseja liberar carros mais velhos para táxis

Projeto que começou a tramitar na Câmara, eleva a idade máxima dos veículos de 4 para 8 anos de fabricação e libera o uso de aplicativo específico para táxis
Por Juliana Oliveira / politica@webdiario.com.br
Osasco

Começou a tramitar na Câmara de Osasco projeto de lei de autoria do prefeito Rogério Lins (Podemos) que estabelece normas para a exploração deserviços de táxi em Osasco. Na prática, a proposta eleva a idade máxima dos veículos de 4 para 8 anos de fabricação e libera o uso de aplicativo específico para táxis (App). De acordo com o projeto, além da ampliação da idade máxima dos veículos, os serviços de táxi poderão ser demandados por meio de aplicativos devidamente autorizados pela prefeitura de Osasco, que poderá prever condições específicas de preço ecobrança dos usuários, mediante regulamento.

As alterações propostas no texto, atendem parte das reivindicações de uma comissão de taxistas de Osasco recebida por Lins no começo de 2017, durante a regulamentação do UBER na cidade, para discutir avanços para a categoria e sugestões visando melhorar os serviços prestados. Dentre os pedidos na época, a criação de um aplicativo municipal específico para táxis (App) e a concessão de dois anos de prorrogação para a troca de veículos que completem 5 anos de uso desde que aprovados previamente em vistoria. Na justificativa ao projeto, o prefeito destaca que quando se trata de transporte individual de passageiros, o uso de apps de transporte, tais como Uber, 99 Pop e Cabifycontinuam crescendo, destacando-se pela rapidez no atendimento das solicitaçõese facilidade no uso do app.

“Com relação aos táxis, os aplicativos para os usuários chamarem táxis pelo smartphone, também são cada vez mais utilizados em todo o país, proporcionando agilidade no atendimento de chamadas, sem qualquer custo adicional ao passageiro”. Segundo o prefeito, com a expansão do uso de aplicativos para chamadas de táxis faz-se necessária a regulamentação desses serviços pelo município, assim como ocorreu nos Serviços de Transporte Individual Privado de Passageiros baseado em tecnologia de comunicação.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style