Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018

Esportes


07/11/2018 - 00:00 - Atualizado em 07/11/2018 - 00:00

Oeste perde e adia permanência no Brasileiro

Por Leonardo Abrantes / esportes@webdiario.com.br/poresporte.com.br
Barueri

O Oeste esperava terminar a noite da última terça-feira comemorando sua permanência na Série B do Campeonato Brasileiro para 2019, mas não foi o que aconteceu. Jogando na Curuzu, no Pará, diante do Paysandu, o Rubrão viu cair a invencibilidade que já durava oito jogos ao perder por 4 a 3 e adiou a confirmação de continuidade na segunda divisão nacional por, pelo menos, mais uma rodada. Invicto há oito rodadas, o Oeste sonhava com um vitória sobre o Paysandu, um dos quatro integrantes da  zona de rebaixamento, para garantir matematicamente sua permanência na Série B por mais uma temporada.

Dentro de campo, porém, o Papão saiu na frente logo aos seis minutos de jogo depois que Magno abriu o placar. O Rubrão respondeu no final da primeira etapa. Patrick, cobrando falta, deixou tudo igual. No segundo tempo, o jogo ficou ainda mais eletrizante. Aos 26, Pedro Carmona, ex-Oeste, colocou o Paysandu novamente à frente do marcador, mas quatro minutos depois o Rubrão empatou com Ceará. Aos 33, Magno anotou o segundo dele na partida, fazendo 3 a 2 para o Papão. Depois de sair do banco de reservas no intervalo, Raphael Luz deixou tudo igual novamente aos 42 minutos.

Mas já nos acréscimos, quando tudo parecia decidido na Curuzu, Diego Ivo marcou o quarto do Paysandu, dando números finais ao placar. Com o resultado, o Oeste se manteve com 44 pontos e viu a diferença para o Z4 cair de nove para sete pontos, porque o Paysandu subiu para 37 e agora ocupa a 17ª posição, a primeira na zona da degola. Faltando nove pontos em disputa, o Rubrão pode se garantir na Série B de 2019 na próxima rodada. O time comandado por Roberto Cavalo recebe o Londrina, na Arena Barueri e, se vencer o confronto, carimba a permanência na segundo a por mais uma temporada.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style