Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018

Cotidiano


08/11/2018 - 00:00 - Atualizado em 08/11/2018 - 00:00

Câmeras que flagram carros roubados operam ainda este ano

Anúncio do sistema Detecta foi feito pelo prefeito Rogério Lins como parte de um pacote de medidas, na área de segurança pública, que inclui ainda o dobro de guardas nas ruas e novas viaturas para a corporação. "Este é o maior investimento em segurança da história", anunciou Lins
Por Da redação / cotidiano@webdiario.com.br
Osasco

Entram em operação até o final deste ano, nas ruas de Osasco, câmeras de vigilância integradas ao sistema Detecta, o que vai permitir identificar carros roubados ou furtados em circulação. Os equipamentos são capazes de “ler” a placa de veículos e fazer um cruzamento das informações com o banco de dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública, identificando se há registro de ocorrências policiais. A partir daí, a central de monitoramento aciona as polícias e a guarda municipal para atuar no caso. O prazo para entrada do Detecta em operação foi divulgado pelo prefeito Rogerio Lins em postagem nas redes sociais. 

O sistema faz parte de um pacote de medidas, na área da segurança, que também será adotado até dezembro, incluindo a duplicação do número de agentes da guarda e a aquisição de novas viaturas para a corporação. “Para ampliarmos as ações de combate à criminalidade, teremos neste final de ano novas viaturas, o dobro do efetivo da Guarda Civil nas ruas e câmeras de monitoramento com Detecta instalado em pontos estratégicos de Osasco”, escreveu ele. Segundo Lins, os investimentos público, na área de segurança, cresceram 77%. A prefeitura não informou o valor investido em segurança e nem o número de novas viaturas que estão sendo adquiridas para a guarda. Mas, em fotos postadas por Lins também nas redes sociais, é possível ver novas pick ups e motos.  O aumento do efetivo da guarda foi feito com a contratação de 200 novos agentes por concurso público. 

Desse total, 81 estão em fase final de treinamento e devem estar nas ruas em dezembro.  Os demais foram empossados em julho e estão em etapa anterior do treinamento. Já convênio com o Detecta foi assinado no mês passado. Também está em andamento licitação para ampliar o número de câmeras nas ruas, criando uma “cerca eletrônica”, formada por 134 novos equipamentos.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style