Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018

Esportes


08/11/2018 - 00:00 - Atualizado em 08/11/2018 - 00:00

Oeste é time há mais tempo "na seca" na disputa da Série B

Por Da redação / esportes@webdiario.com.br
Barueri

Até perder por 4 a 3 para o Paysandu na última terça-feira, na 35ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Oeste se gabava da invencibilidade que já durava oito jogos. Mas agora, o quadro mudou. Com o revés diante do Papão, o Rubrão é hoje, entre as 20 equipes que disputam a segunda divisão nacional, a que está há mais tempo sem vencer. Ao todo, são sete partidas seguidas sem saber o que é vitória. A última delas foi conquistada há mais de um mês, em 22 de setembro diante do Brasil de Pelotas. No período em que esteve invicto, o Oeste pouco se movimentou na classificação, fruto do exagerado número de empates seguidos.

Do total de oito jogos sem perder, o Rubrão empatou sete, seis deles seguidos. Por isso, a série invicta foi revertida rapidamente para jejum de vitórias depois que o time comandado por Roberto Cavalo perdeu para o Paysandu. Agora, o rubro-negro soma sete jogos sem resultados positivos.  Nessa lista, é acompanhado de perto por Criciúma e Coritiba. Enquanto a equipe de Barueri não vence desde a 28ª rodada, o Criciúma não conquista um resultado positivo desde a 29ª (seis jogos) e o Coritiba, por sua vez, há cinco partidas. Com isso, a permanência do Oeste na Série B para a próxima temporada ainda não foi confirmada matematicamente, embora esteja muito perto de acontecer.

Sete pontos separam o time de Barueri, 13º com 44 pontos, do Paysandu, 17º com 37. Mas para carimbar o passaporte para a segunda divisão em 2019, o time precisará por fim ao jejum. Uma vitória sobre o Londrina no próximo sábado, na Arena Barueri, será suficiente para confirmar a sétima participação seguida do Rubrão na Série B. (Leonardo Abrantes)
 
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style