Sábado, 23 de Março de 2019

Política


09/01/2019 - 00:00 - Atualizado em 09/01/2019 - 00:00

Lins deve mudar primeiro escalão na próxima semana

Por Juliana Oliveira / politica@webdiario.com.br
Osasco

Prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos)

Prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos) (Foto: Marcelo Deck)
O ano deve começar com novidades na administração Rogério Lins (Podemos). É que as mudanças no primeiro escalão de seu governo, prometidas para o final de 2018, só devem acontecer agora. Em entrevista exclusiva ao Diário da Região, Lins garantiu que “se tudo der certo, importantes substituições no secretariado ocorrerão na próxima semana”. Ele não adiantou quais pastas sofrem as alterações, mas antecipou que a única confirmada é a de Transportes e Mobilidade Urbana de Osasco (Setran), que teve seu titular, Osvaldo Vergínio, assassinado no final dezembro.

O novo nome também não foi revelado, mas existem especulações de que a vaga deva ser preenchida por Luiz dos Anjos que já foi diretor de Transportes em Osasco. Para Lins, as mudanças são necessárias para oxigenar e aperfeiçoar os serviços prestados à população. “Estou contente com todos que estão trabalhando pela cidade, mas sempre disse que no nosso governo nenhum secretário teria cadeira cativa e ninguém teria a garantia de permanecer quatro anos trabalhando na administração. Sempre farei mudanças, acredito que esse rodízio seja saudável”. Embora não tenha revelado nomes e nem mesmo antecipado as secretarias que passarão por mudanças, Lins garantiu que irá trocar o comando de algumas pastas.

“O intuito é sempre trazer pessoas que sejam de Osasco, ou de nascimento, ou de coração”, despistou. Desde o início de sua administração, em janeiro de 2017, o prefeito tem feito constantes alterações no primeiro escalão. Já aconteceram mudanças nos Transportes, Esporte, Habitação, Comunicação, Educação, Governo, Administração, Indústria e Comércio, Jurídico,Secontru, Saúde, Chefia de Gabinete e Ouvidoria. Só não houve alteração em Finanças, de Pedro Sotero.  A última aconteceu em novembro, e acabou trazendo a reboque uma mini dança das cadeiras, com a chegada do cardiologista João de Deus na Saúde, José Carlos Vido seguiu para a chefia de gabinete no lugar de João Paulo Pucciarello Perez que passou a responder pela Ouvidoria Municipal.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style