Segunda-Feira, 26 de Agosto de 2019

Política


10/01/2019 - 00:00 - Atualizado em 10/01/2019 - 00:00

Doria pode ter "furtado" secretário de Rogério Lins

Essa semana, Aguinaldo Lopes Quintana Neto pediu exoneração da secretaria da Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco. Ele estava na pasta desde agosto
Por Júlio Rezende / politica@webdiario.com.br
Osasco

 Ex secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco, Aguinaldo Lopes Quintana Neto, que pediu exoneração na quarta-feira

Ex secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco, Aguinaldo Lopes Quintana Neto, que pediu exoneração na quarta-feira (Foto: Marcelo Deck)
O prefeito Rogério Lins deverá incluir mais um nome na relação das mudanças que pretende fazer no primeiro escalão de seu governo, nos próximos dias, como anunciou na última terça-feira, 8. Desta vez ele também terá que pensar num substituo para secretário de Habitação e Desenvolvimento Urbano de Osasco, Aguinaldo Lopes Quintana Neto, que pediu exoneração na quarta-feira. Neto ocupava a administração da pasta desde o mês de agosto do ano passado e era o terceiro a gerenciar o setor desde o início da gestão de Lins. Antes dele passaram por lá o petista Marco Vilela e depois o arquiteto Ângelo Melli.

Ainda especula-se os motivos que levaram Neto a pedir demissão, que tudo indica que ele esteja retornando ao governo do Estado atendo a um convite formalizado pelo governador João Doria (PSDB) e também do vice-governador Rodrigo Garcia, de quem é próximo e que também seria o responsável pela indicação de Neto em Osasco. Aguinaldo tem perfil técnico e já atuou como superintendente de Obras, de Projetos e Gestor de Mutirão na CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) do Estado e ocupou cargos de destaques em governos tucanos na Capital.

De acordo com as declarações de Lins, nesta semana ao Diário da Região, ele espera fazer uma nova grande reformulação no quadro do primeiro escalão. Para ele, as mudanças são necessárias para oxigenar e aperfeiçoar os serviços prestados à população. “Estou contente com todos que estão trabalhando pela cidade, mas sempre disse que no nosso governo nenhum secretário teria cadeira cativa e ninguém teria a garantia de permanecer quatro anos trabalhando na administração. S

empre farei mudanças, acredito que esse rodízio seja saudável”. Embora não tenha revelado nomes e nem mesmo antecipado as secretarias que passarão por mudanças, Lins garantiu que irá trocar o comando de algumas pastas.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style