Quinta-Feira, 20 de Junho de 2019

Política


11/01/2019 - 00:00 - Atualizado em 11/01/2019 - 00:00

Campanha internacional já tem meio milhão de adeptos a indicação de Lula ao Nobel da Paz

Interessados em aderir campanha têm até 31 para participar do abaixo-assinado, organizado pelo ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza. Lula foi indicado por ter reduzido a miséria no país
Por Da redação / politica@webdiario.com.br
Osasco

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva

Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (Foto: Divulgação)
O ex-prefeito de Osasco e deputado estadual eleito, Emidio de Souza (PT), é uma das lideranças do partido a encabeçar a campanha internacional pela indicação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao prêmio Nobel da Paz. Até ás 10h30 de sexta, 11, 441.500 pessoas já haviam assinado a petição do argentino Adolfo Perez Esquivel, prêmio Nobel da Paz de 1980, em favor do ex-presidente. Em sua página do facebook, Emidio pede a colaboração da população, já que as adesões seguem até o dia 31 de janeiro e a meta é recolher 500 mil assinaturas. “Ainda dá tempo. Vamos votar! Lula merece receber o Prêmio Nobel da Paz”, publicou.

Nas mídias sociais, Emidio que também integra a equipe de defesa do ex-presidente, vem recebendo dezenas de manifestações favoráveis à campanha internacional. No texto de apresentação da página que está colhendo as assinaturas, o argentino Adolfo Perez destaca a carta que enviou ao comitê norueguês do Nobel em setembro de 2018, nomeando ex-presidente para o Prêmio Nobel da Paz 2019. Dentre os argumentos apontados estão os investimentos em políticas públicas no combate a fome, pobreza extrema e desigualdade social.

“Gostaria de apresentar a esta Comissão a candidatura ao Prêmio Nobel da Paz de Luiz Inácio ‘Lula’ da Silva, ex-presidente da República Federativa do Brasil, entre 2003 e 2010, que através de seu compromisso social, sindical e político, desenvolveu políticas públicas para superar a fome e a pobreza em seu país, uma das desigualdades mais estruturais do mundo. O prêmio para Lula ajudará a fortalecer a esperança de poder continuar construindo um novo amanhecer para dignificar a árvore da vida”, justificou.

Lula foi condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), segunda instância da Justiça responsável pela Lava Jato, a 12 anos e 1 mês de prisão, no processo relacionado ao triplex em Guarujá (SP) e cumpre pena em cela da Polícia Federal em Curitiba.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style