Segunda-Feira, 22 de Abril de 2019

Política


07/02/2019 - 00:00 - Atualizado em 07/02/2019 - 00:00

"Falta diálogo para definir novo local do Ceagesp", diz Renata

Por Juliana Oliveira / politica@webdiario.com.br
Osasco

Deputada federal Renata Abreu (Podemos)

Deputada federal Renata Abreu (Podemos) (Foto: Marcelo Deck)
A deputada federal Renata Abreu (Podemos) voltou a falar sobre a possibilidade de mudança do entreposto da Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo) da Vila Leopoldina, em São Paulo, para uma das quatro opções de área na região Oeste da Grande São Paulo. Estão cotadas Santana de Parnaíba, Barueri e Carapicuíba. Segundo a parlamentar existe uma força do governo do Estado para essa mudança e, ao mesmo tempo, há resistência por parte dos permissionários. “Falta diálogo entre as partes”. Para a deputada é preciso fazer um estudo mais aprofundado sobre o impacto que a mudança de endereço irá gerar no abastecimento e no trânsito das cidades.

“Muito se fala no prejuízo do Ceagesp, mas o entreposto de São Paulo dá lucro para o governo, portanto, ele se sustenta. É preciso entender essa problemática com o governo atuando de forma mais intensa na gestão do Ceagesp  para ver as dificuldades e a real necessidade de mudar, ou não de local”, afirmou. “Por exemplo, quando houve a crise de abastecimento, só foi possível suprir 20% da cidade porque o Ceagesp estava na região central. Então, existe pontos favoráveis e pontos contrários. E agora é conversar, colocar na balança e ver a viabilidade”.

A proposta de mudança de endereço teve início em 2017, no governo Geraldo Alckmin. O objetivo é tirar esse movimento do bairro da Capital. No local onde o entreposto funciona, hoje, a prefeitura de São Paulo estuda um projeto de reurbanização, com construção de empreendimentos residenciais e comerciais.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style