Domingo, 26 de Maio de 2019

Esportes


11/03/2019 - 00:00 - Atualizado em 11/03/2019 - 00:00

Osasco pega o Fluminense de olho na tabela

Por Da redação / esportes@webdiario.com.br
Osasco

Osasco pega o Fluminense de olho na tabela

Osasco pega o Fluminense de olho na tabela (Foto: Caio Henrique)
Quem também entra em quadra nesta terça-feira, pela Superliga Feminina de Vôlei, é o Vôlei Osasco-Audax. A equipe enfrenta o Fluminense, a partir das 20h, no ginásio da Hebraica, no Rio de Janeiro. E está de olho na tabela nessa reta final de segundo turno. Se vencerem a partida, as comandadas do técnico Luizomar sobem um degrau na classificação geral, ultrapassando o Sesi Bauru e passando do 6º para o 5º lugar. Mas a tarefa não é simples. “Sabemos que o Fluminense não é um time fácil de se enfrentar. Está fazendo uma boa campanha, mas entraremos em quadra focadas no nosso objetivo”, afirma a central e capitã Walewska, que foi eleita a melhor jogadora do time na vitória de 3 sets a 0 sobre o Curitiba na rodada passada.

Ela dividiu ainda a artilharia do jogo, disputado na noite de sexta-feira, no ginásio José Liberatti, com Angela Leyva. Foram 14 pontos para cada na partida. Após o jogo desta terça-feira, faltará uma rodada para o final da fase de classificação e a posição na tabela definirá o adversário dos playoffs das quartas de final. “Nosso objetivo é vencer as duas últimas partidas e terminar bem essa etapa. No mata-mata, devemos enfrentar o Sesc-RJ ou o Hinode Barueri, que são adversários duros. Por isso, seguir jogando em alto nível será um diferencial para chegar com tudo na fase decisiva”, explica a líbero Camila Brait.

Osasco e Sesi Bauru estão empatados em número de pontos (36) na tabela, mas Osasco tem um jogo a menos. Caso ganhe de Fluminense e BRB Brasília (nesta sexta-feira, no ginásio José Liberatti), o Audax ainda pode entrar na briga pela terceira e quarta posições. Mas isso se o Sesc-RJ - terceiro colocado, com 42 pontos- , e Hinode Barueri, quarto com 41 -, perderem suas partidas finais. Como vem acontecendo em toda a fase de classificação, a equipe segue com três atletas no Time do Sonho, definido pela CBV com as melhores atletas em cada posição. A central Walewska, a ponteira Mari Paraíba e a oposta Hooker continuam na lista da seleção da Superliga.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style