Sexta-Feira, 20 de Setembro de 2019

Política


17/05/2019 - 00:00 - Atualizado em 17/05/2019 - 00:00

Na Câmara de Osasco Toniolo 'puxa orelha' e ameaça descontar falta dos vereadores

Líder do prefeito na Casa, vereador disse que irá "punir" com desconto de R$ 500, em folha de pagamento, parlamentar que se ausentar das sessões sem motivo justificado
Por Juliana Oliveira / politica@webdiario.com.br
Osasco

Vereador Toniolo (PCdoB)

Vereador Toniolo (PCdoB) (Foto: Marcelo Deck)
O líder do prefeito Rogério Lins (Podemos) na Câmara de Osasco, vereador Toniolo (PCdoB), deu um verdadeiro puxão de orelhas nos colegas e chegou a ameaçar colocar em votação o projeto de resolução do vereador Jair Assaf (PROS) que propõe como “punição” o desconto de R$ 500 da folha de pagamento do parlamentar que faltar às sessões sem motivo justificado.

A bronca foi dada em plenário durante a votação do projeto de lei de Ralfi Silva (Podemos) que concedia título de Utilidade Pública ao Centro de Desenvolvimento Social, Educacional e Cultural Bem Me Quer, em razão de sua atividade voltada à cultura, arte e reabilitação de portador de deficiência. 

Na ocasião, as galerias da Casa recebiam representantes da entidade, mas o projeto corria o risco de não ser votado por falta de quórum, já que o plenário estava praticamente vazio.Presente à sessão, o vereador Josias da Juco (PSD) alertou a Mesa de que caso a proposta não fosse aprovada a entidade seria comprometida e poderia perder recursos públicos e convênios.

O líder do governo, Toniolo, não deixou por menos e diante do número de vereadores em plenários solicitou que o presidente Ribamar Silva (PRP) fizesse a verificação de quórum. “Gostaria que o senhor colocasse em votação o projeto do vereador Jair Assaf. Percebi a ausência dos vereadores e precisa ser descontado dos salários deles”.

No momento da bronca estavam presentes os vereadores Mário Luiz Guide (PSB), Régia Sarmento (PDT) Rogério Santos (Podemos), Tinha di Ferreira (PTB), Ralfi Silva (Podemos) Daniel Matias (PRP) e Batista Comunidade (Avante). Segundos após a “bronca” os pares foram retornando e aprovaram a proposta.
 
 

 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style