Quarta-Feira, 26 de Junho de 2019

Cotidiano


11/06/2019 - 00:00 - Atualizado em 11/06/2019 - 00:00

Em 4 meses Estado já tem 51 casos de sarampo

Por Da redação / cotidiano@webdiario.com.br
Região

Em todo ano passado foram apenas três casos confirmados. Campanha de vacinação só acontece na Capital, onde estão concentrados 14 registros dos 51 deste ano

Em todo ano passado foram apenas três casos confirmados. Campanha de vacinação só acontece na Capital, onde estão concentrados 14 registros dos 51 deste ano (Foto: Divulgação)
O Estado de São Paulo registra, este ano, 51 casos confirmados de sarampo, contra apenas 3 registros contabilizados durante todo no passado. Com o aumento, foi iniciada uma campanha de vacinação, mas que abrange apenas a cidade de São Paulo, que concentra 14 registros. As demais cidades de incidência não foram divulgadas. O Estado estava livre da doença desde 2000, mas voltou a registrar casos após ocorrência também no exterior. A cidade de São Paulo foi  escolhida para imunização porque também é considerada a “porta de entrada” de visitantes de outros países.

No início do ano, o mesmo trabalho foi feito no Litoral Paulista, após um surto em um navio de cruzeiro, que atracou no porto de Santos. A meta é imunizar 2,9 milhões de paulistanos até 12 de julho. O público alvo são jovens e adultos com idade entre 15 e 29 anos, faixa etária considerada mais vulnerável a infecções. Haverá ainda um Dia D de vacinação, com abertura de todos os postos para atendimento em 29 de junho.  A vacina aplicada é a tríplice viral que também  protege contra rubéola e caxumba. Ela também está disponível, nos postos, ao longo do ano.

No calendário de vacinação, ela deve ser aplicada em duas doses, uma aos 12 meses de vida e  um reforço aos 15 meses com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela). No ano passado, o Estado ultrapassou a meta de vacinar 95% das crianças contra sarampo na campanha de 2018. Foram imunizadas mais de 2,1 milhão de menores na faixa de 1 a menores de 5 anos, o que corresponde a 97% do público-alvo.  Em 2018, o Brasil viveu um surto da doença com mais de 10 mil casos, especialmente no Amazonas e em Roraima.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style