Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019

Polícia

22/07/2019 - 00:00 - Atualizado em 22/07/2019 - 00:00

12 toneladas de metais desviados de multinacional são apreendidos

Empresa terceirizada que fazia o transporte do produto fazia falsa comunicação de roubo e depois revendida para estabelecimentos em Osasco e Carapicuíba
Por Graciela Zabotto e Maranhão policia@webdiario.com.br
Região

 Empresa terceirizada que fazia o transporte do produto fazia falsa comunicação de roubo e depois revendida para estabelecimentos em Osasco e Carapicuíba

Empresa terceirizada que fazia o transporte do produto fazia falsa comunicação de roubo e depois revendida para estabelecimentos em Osasco e Carapicuíba (Foto: Divulgação)
Osasco e Carapicuíba foram o destino de 12 toneladas de metais desviados de uma multinacional mineira. Mas o material, que estava sendo revendido por dois estabelecimentos comerciais nas duas cidades, acabou recuperado pela Polícia Civil de Osasco, com apoio de policiais civis de Minas Gerais. Segundo as investigações, a carga era desviada por uma empresa terceirizada que prestava serviços de transporte para a multinacional. "Os funcionários dessa empresa terceirizada informavam à multinacional que a carga que eles estavam transportando havia sido roubada. A Polícia Civil de Minas começou a investigar e constatou que essa carga poderia ter sido vendida para estabelecimentos em Osasco e Carapicuíba.

Foi quando entramos na investigação", explicou o delegado Igor Alves Guedes de Oliveira, titular da DISE/SIG, que comandou a operação. Segundo ele, as investigações apontaram para dois comércios na região. Um em Osasco, na Avenida Getúlio Vargas, Jardim Piratininga; e outro em Carapicuíba, na rua Pontal, Vila Municipal. "Inicialmente o responsável pelo comércio em Osasco negou a receptação, mas também não apresentou nota fiscal. Depois acabou dizendo que adquiriu o produto de forma ilegal de um rapaz que era dono de um comércio de metais, em Carapicuíba". Em Osasco foram recuperadas 11 toneladas de metais entre chapas e tubos. Já em Carapicuíba, diversas chapas formavam 1 tonelada da carga desviada.

O material tem utilização principalmente em siderúrgicas e montagem de veículos. Os suspeitos foram autuados por receptação qualificada e estão presos. "Pode ser que eles façam parte de uma estrutura criminosa que atua no roubo de carga. A investigação está voltada para essa possibilidade", concluiu o delegado titular. Para a ação foram mobilizados 14 policiais da Dise de Osasco e seis de Minas Gerais.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style