Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019

Cotidiano


12/08/2019 - 00:00

Com 26 casos confirmados, Carapicuíba vacina bebês a partir de 6 meses contra o sarampo

Cidade foi incluída entre as 39, no Estado, que vai imunizar crianças nessa faixa etária. Osasco e Barueri já estavam na lista da Secretaria Estadual da Saúde. Com 901 casos, Estado de São Paulo concentra 99% dos registros do País entre maio e agosto
Por Da Redação/cotidiano@webdiario.com.br
Carapicuíba

imagem ilustrativa

imagem ilustrativa (Foto: divulgação)
A cidade de Carapicuíba também vai vacinar bebês a partir dos 6 meses de vida contra o sarampo. Pelo calendário nacional, a vacina deve ser aplicada em duas doses, aos 12 e aos 15 meses de vida. Mas, devido ao aumento do número de casos, a Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo  baixou essa recomendação para os 6 meses em 39 cidades paulistas.

Na região Oeste, Osasco, que soma 36 casos, e Barueri, também com 26 registros, já estavam nessa lista. Mas a dose extra destinada aos bebês não entra no calendário oficial. Três meses depois, os pais devem procurar o posto de saúde e dar o reforço da vacina.

O mais recente boletim do Ministério da Saúde sobre a doença, com dados entre 5 de maio e 3 de agosto, aponta que 907 casos de sarampo confirmados em todo o País, dos quais 901 (ou 99% do total) estão concentrados no Estado de São Paulo. Os demais foram registrados no Rio de Janeiro e Bahia. Ainda em São Paulo, os dados estão espalhados por 40 cidades. Mas 810 (ou 90% do total) foram registrados na Capital.

Além dos bebês a partir dos 6 meses, o público alvo da campanha de vacinação, que segue até 16 de agosto, são jovens com idade entre 15 e 29 anos, faixa etária mais suscetível à doença. Mas todas as pessoas que não tenham tomado duas doses da doença ou não tenham mais a carteira de vacinação para comprovar a imunização devem ser vacinadas.

As doses estão disponíveis nas Unidades Básicas de Saúde (UBS).

O sarampo é transmitido pelo ar, por meio de tosse e espirro. Em crianças e idosos, pode evoluir para pneumonia e até levar à morte. A vacinação é importante para que pessoas doentes não transmitam o sarampo a essas faixas etárias nas quais a doença pode ser mais grave.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style