Terça-Feira, 19 de Novembro de 2019

Polícia

23/09/2019 - 00:00 - Atualizado em 23/09/2019 - 00:00

Borracheiro confessa assassinato de mulher que sumiu há uma semana

Por Erica Celestini e Maranhão policia@webdiario.com.br)
Jandira

Marisa Ferreira da Silva, de 44 anos, foi assassinada em Jandira e seu corpo encontrado em Barueri. Ela foi estrangulada por um borracheiro, de 52 anos, com quem vinha mantendo um relacionamento.

Marisa Ferreira da Silva, de 44 anos, foi assassinada em Jandira e seu corpo encontrado em Barueri. Ela foi estrangulada por um borracheiro, de 52 anos, com quem vinha mantendo um relacionamento. (Foto: Divulgação)
Fim do mistério para o desaparecimento de Marisa Ferreira da Silva, de 44 anos, em Jandira. Mas o desfecho foi trágico.  Ela foi estrangulada por um borracheiro, de 52 anos, com quem vinha mantendo um relacionamento. A mulher estava desaparecida há uma semana e desde o registro de Boletim de Ocorrência de desaparecimento, por familiares, a Polícia Civil vinha investigando o caso.

Na tarde desta segunda-feira, o borracheiro acabou confessando o crime. Ele disse que a estrangulou, dentro do próprio estabelecimento,  que fica em Jandira, pós ter uma crise de ciúme. Depois, colocou o corpo em um saco plástico e o jogou em um córrego. Os investigadores foram até o local apontado por ele e encontraram o corpo de Marisa em um córrego paralelo à avenida Giovani Atílio Tolaine, em Barueri, em um terreno atrás do quarto do Exército. Preso em flagrante, o borracheiro vai responder por crime de  homicídio.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style