Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019

Política


09/10/2019 - 00:00 - Atualizado em 09/10/2019 - 00:00

Emidio quer Bilhete Único entre ônibus e trens CPTM

Deputado estadual questionou o governo do Estado sobre implantação do bilhete único toda região metropolitana. Para ele, governador João Doria dá mais privilégios à Capital
Por Graciela Zabotto / politica@webdiario.com.br
Osasco

Deputado estadual questionou o governo do Estado sobre implantação do bilhete único toda região metropolitana. Para ele, governador João Doria dá mais privilégios à Capital

Deputado estadual questionou o governo do Estado sobre implantação do bilhete único toda região metropolitana. Para ele, governador João Doria dá mais privilégios à Capital (Foto: alesp carol jacob)
O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT), questionou o governo do Estado sobre os planos para implementação de bilhete de integração entre os ônibus municipais e as estações da CPTM na região metropolitana, mais conhecido como Bilhete Único. O parlamentar ainda perguntou quais entraves e os prazos da intervenção. Para ele, o governador João Doria precisa conceder o mesmo tratamento dado à Capital para todos os municípios da região metropolitana.

Em Osasco, o projeto de Bilhete Único tramita na Câmara Municipal e deve ser implantado somente em dezembro. Ele será válido apenas para ônibus municipais no período de uma hora. Caso Emidio consiga o Bilhete Único com integração com os trens, usuários passam a ter  vantagens adicionais em relação à proposta em análise pelos vereadores.


A solicitação de informação sobre o Bilhete Único com trens faz parte de uma série de requerimentos questionando várias situações em Osasco e região, dentre elas também estão o cronograma de obras e a previsão de entrega do Corredor Oeste; o plano de investimentos para ampliação da rede de coleta e tratamento de esgoto nos municípios de Osasco, Itapevi, Jandira, Barueri, Carapicuíba, Santana de Parnaíba e Pirapora do Bom Jesus e a previsão do atendimento integral da região. Segundo Emidio, o índice da coleta de esgoto na região é inaceitável.

Ele avaliou, ainda, que a destinação de recursos ao saneamento básico não constitui gasto e, sim, investimento. Sobre investimentos na área de mobilidade urbana, o deputado abordou a conclusão do Corredor Oeste. Em publicação em sua página, Emidio lembrou que a obra está atrasada cinco anos. O objetivo do corredor é facilitar o deslocamento dos moradores de Osasco, Carapicuíba, Barueri, Jandira e Itapevi até a Capital. "As expectativas de conclusão já se arrastam além do limite do razoável", escreveu Emidio.
 

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style