Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019

Lazer


05/11/2019 - 00:00 - Atualizado em 05/11/2019 - 00:00

Mazé Torquato Chotil lança romance "Na rota de traficantes de obras de arte" sexta-feira em Osasco

Por Da redação / cotidiano@webdiario.com.br
Osasco

Evento acontece na próxima sexta-feira, 8, às 18h30. A entrada é gratuita. O livro Na rota de traficantes de obras de arte leva o leitor a viajar no mundo das artes em um enredo que mescla pitadas de jornalismo e suspense policial.

Evento acontece na próxima sexta-feira, 8, às 18h30. A entrada é gratuita. O livro Na rota de traficantes de obras de arte leva o leitor a viajar no mundo das artes em um enredo que mescla pitadas de jornalismo e suspense policial. (Foto: Divulgação)
Um romance vivido na rota Paraguai/Brasil/França e que envolve roubos de quadros valiosos. Essa é a história do livro Na rota de traficantes de obras de arte, escrito pela jornalista Mazé Torquato Chotil e lançado pela Editora Penalux. A história possibilita ao leitor uma viagem pelo mundo das artes, sobretudo às artes plásticas. Na trama, esses objetos culturais de alto valor são utilizados por criminosos para lavar dinheiro derivado do tráfico.
 
Trabalhando no combate ao crime, Marta, agente da Polícia Federal brasileira (Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente e Patrimônio Histórico), se desloca até Paris e Lyon, sede da Interpol, organização internacional de polícia criminal, para juntar esforços no desmantelamento da quadrilha que “trabalha” entre os territórios brasileiro, paraguaio e francês.
Os traficantes remetem as obras roubadas por navio: quadros de pintores brasileiros e sul-americanos, entre outras peças que são destinadas a compradores europeus e americanos.
 
“A história começa com a chegada da agente brasileira em Paris”, adiantou a autora. “Lá, ela se junta ao comando das operações que vai à captura dos criminosos. O enredo mescla pitadas de jornalismo e suspense policial”, concluiu.
 
O leitor acompanha passo a passo essa viagem nos bastidores do combate ao crime. “Uma operação policial de tirar o fôlego”, escreveu Cláudia Marczak, escritora que assina a apresentação do livro. “De país em país, cada etapa da ação possui uma riqueza de detalhes intensa. A sensação inicial da leitura é de uma grande viagem. É um mercado ilegal e milionário. Em sua narrativa, Mazé detalha cada etapa da ação com maestria e enreda o leitor no movimento de ir e vir, peculiar da estratégia da polícia, buscando romper esse círculo criminoso. Como resultado, o leitor é transportado para dentro da trama, das imagens e percepções do que é narrado. O conhecimento impecável sobre as obras proporciona ao leitor uma imagem real do que acontece no submundo do crime”
 
TRECHO
O avião, vindo de São Paulo, aterrissa no Aeroporto Internacional Charles de Gaulle, na periferia norte de Paris, na cidadezinha de Roissy-en-France, que os turistas não conhecem, só passam pelo aeroporto. Nessa manhã de primavera europeia, 1º de maio, o tempo é cinza e uma neblina fina é constante. Antes de pegar o trem para Lyon, sede da Interpol onde trabalhará, Marta passa por Paris. Seu colega da Polícia Federal, sediado na embaixada brasileira, que está na mesma missão, trabalhando em ligação com os franceses, vem buscá-la no aeroporto, na porta de saída dos viajantes. Ele deve lhe mostrar os lugares que membros da gangue frequentam e onde atuam, além de tudo que pôde saber do trabalho em comum com a polícia francesa e a Interpol.
 
SOBRE A AUTORA
Mazé Torquato Chotil
É jornalista, pesquisadora e escritora. Doutora em ciências da informação e da comunicação pela Universidade de Paris VIII e pós-doutora pela EHESS – L'École des hautes études en sciences sociales. Nascida em Glória de Dourados-MS, morou em São Paulo e vive em Paris desde 1985. Já publicou os livros: José Ibrahim: O líder da grande greve que afrontou a ditadura, Trabalhadores Exilados: a saga de brasileiros forçados a partir (1964-1985), Lembranças do sitio, Lembranças da Vila, Minha aventura na colonização do Oeste, Minha Paris Brasileira, L’Exil ouvrier e Ouvrières chez Bidermann: une histoire, des vies.
 
SERVIÇOS
Quando: sexta-feira, 8, às 18h30, com a mediação da Risomar Fasanaro
Onde: Biblioteca Monteiro Lobato, Av. Marechal Rondon, 260 – Centro, entrada gratuita
Obra: Na rota de traficantes de obras de arte, Mazé Torquato Chotil – romance (110 p.), R$ 37 (Penalux, 2019)

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style