Segunda-Feira, 11 de Novembro de 2019

Política


07/11/2019 - 00:00 - Atualizado em 07/11/2019 - 00:00

Parnaíba tem a 3ª melhor gestão fiscal do Estado, aponta Firjan

Segundo gestão do prefeito Elvis Cezar, um dos exemplos são 60 obras em andamento na cidade, sem que prefeitura aumente o IPTU há 5 anos. Índice aponta cidades com melhor "fôlego financeiro"
Por Da redação política@webdiario.com.br)
santana de parnaíba

É o que aponta o Índice Firjan, que revela as cidades  com melhor "fôlego financeiro" e também as que estão operando no "cheque especial". Segundo gestão do prefeito Elvis Cezar, um dos exemplos são 60 obras em andamento sem aumento do IPTU há 5 anos

É o que aponta o Índice Firjan, que revela as cidades com melhor "fôlego financeiro" e também as que estão operando no "cheque especial". Segundo gestão do prefeito Elvis Cezar, um dos exemplos são 60 obras em andamento sem aumento do IPTU há 5 anos (Foto: Divulgação)
A cidade de Santana de Parnaíba tem a terceira melhor gestão fiscal do Estado de São Paulo. É o que aponta o Índice Firjan de Gestão Fiscal, estudo realizado pela Federação das Indústrias do Rio de Janeiro e que faz um “raio X” das contas públicas municipais, revelando quais municípios estão com “fôlego financeiro” e quais estão operando no “cheque especial”. O índice foi divulgado no último dia 31, tendo como base dados de 2018. No Estado de São Paulo, Santana de Parnaíba só fica atrás das cidades de Gavião Peixoto e São Pedro.

Os cinco primeiros lugares são completados por São Bernardo do Campo e Ipeúna. De acordo com a Firjan, o índice foi calculado com base em resultados fiscais oficiais, declarados pelas próprias prefeituras à Secretaria do Tesouro Nacional (STN), e é composto por quatro indicadores: Autonomia, Gastos com Pessoal, Investimentos e Liquidez.  A pontuação varia de 0 a 1, sendo que quanto mais próxima de 1 melhor a gestão fiscal do município.  Parnaíba obteve índice 0,9488, enquanto as duas primeiras colocadas no Estado obtiveram pontuação máxima.

Além disso, está classificada na faixa de gestão de excelência , na qual está incluídas cidades com resultados superiores 0,8 ponto. Há ainda outras três faixas de análise: boa gestão (entre 0,6 e 0,8), gestão em dificuldade (entre 0,4 e 0,6) e gestão crítica (inferior a 0,4). Em nota divulgada à imprensa, a prefeitura de Parnaíba destaca ainda que obteve a 1ª posição entre as cidades com mais de 100 mil habitantes e ficou na faixa  excelência no IFGF nos quesitos liquidez e gastos com pessoal e economia.

Como exemplo da boa gestão, a administração destaca que nos últimos anos foram inauguradas várias obras, incluindo 8 unidades de saúde e uma maternidade, 12 escolas, e 4 parques – além de 60 obras em andamento - mesmo como o IPTU congelado por 5 anos. Em todo o Estado, o  IFGF médio das prefeituras foi de 0,5585 ponto, 22,6% superior à média nacional (0,4555).

No ranking nacional, Parnaíba também é o destaque da região, em 11º lugar. Ainda na região, estão na fase de excelência na região Barueri (7º no ranking estadual e 72º no nacional), Carapicuíba (15º e 105º, respectivamente)  e Jandira (17º e 122º). Já na faixa de boa gestão aparecem Osasco, Cotia e Itapevi. Pirapora do Bom Jesus é a única na faixa “crítica”.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style