Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Polícia

20/11/2019 - 00:00 - Atualizado em 20/11/2019 - 00:00

Moradores de rua intoxicados com bebida têm alta em Barueri

Por Da redação (policia@webdiario.com.br
barueri

Eles estavam internados desde sábado, no Hospital Municipal. Caso sofreu reviravolta e uma das vítimas passou a ser suspeito de envenenamento. Polícia descobriu que Vinícius Salles Cardoso não consumiu a bebida que ofereceu aos demais. Ele está preso

Eles estavam internados desde sábado, no Hospital Municipal. Caso sofreu reviravolta e uma das vítimas passou a ser suspeito de envenenamento. Polícia descobriu que Vinícius Salles Cardoso não consumiu a bebida que ofereceu aos demais. Ele está preso (Foto: Divulgação)
Tiveram alta médica, nesta quarta-feira, dia 20, quatro moradores de rua que estavam internados, desde sábado, no Hospital Municipal de Barueri (HMB) após terem consumido bebida alcoólica. Eles foram encontrados convulsionando, junto com outras 4 pessoas, que morreram durante o socorro, na Praça da Bandeiras. A suspeita é de que tenham sido envenenados. Deixaram o hospital, por volta das 10h30,  Renilton Ribeiro Freitas, Silvia Helena Euripes, Sidnei Ferreira de Araújo Leme e Paulo Cezar Pedro.

A alta médica acontece em meio a uma reviravolta sobre o caso. Até então uma das vítimas, o morador de rua Vinícius Salles Cardoso  foi preso, na noite de terça-feira, logo após receber alta médica do hospital. Foi ele quem ofereceu a bebida aos demais e chegou a ser internado, com os mesmos sintomas, após o consumo. Mas a polícia descobriu que ele não consumiu o líquido. A Justiça autorizou sua prisão preventiva, a pedido da Polícia Civil, por suspeita de homicídio e tentativa de homicídio. Ele está na Cadeia Pública de Carapicuíba.

Também pesa contra Vinícius o fato de ter caído em contradição durante depoimentos à polícia. Em sua primeira versão, ele disse que havia recebido a garrafa, de um desconhecido, na região da Cracolândia, em São Paulo, no dia anterior, e guardado na mochila. Já no sábado, ao encontrar os outros moradores de rua na Praça das Bandeiras, ofereceu a eles. Na segunda versão, na segunda-feira, ele disse que encontrou a garrafa em Barueri.

Imagens de câmeras  de segurança na região da praça não registraram nenhum movimento de motoristas ou pedestres entregando bebida aos moradores. O laudo com a perícia técnica do líquido sai esta semana. Morreram após terem consumo a bebida Edson Sampaio da Silva, 40; Luiz Pereira da Silva, 49; Marlon Alves Gonçalves, 39; e Denis da Silva, 33.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style