Sexta-Feira, 17 de Janeiro de 2020

Política


14/01/2020 - 00:00 - Atualizado em 14/01/2020 - 00:00

Emidio de Souza está em documentário indicado ao Oscar

O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco aparece em cena ao lado de Lula no filme "Democracia em Vertigem", que concorre ao Oscar de Melhor Documentário e retrata o impeachment da ex-presidente Dilma Roussef
Por Graciela Zabotto / politica@webdiario.com.br
Osasco

O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, aparece em cena ao lado de Lula no filme "Democracia em Vertigem"

O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza, aparece em cena ao lado de Lula no filme "Democracia em Vertigem" (Foto: reprodução)
O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza (PT), aparece em uma das cenas, ao lado de Lula, quando o ex-presidente deixa o Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, e se entrega à Polícia Federal. “Democracia em Vertigem”, da diretora brasileira Petra Costa e lançado pelo Netflix em junho do ano passado, concorre ao Oscar de Melhor Documentário e relata o processo de impeachment de Dilma Rousseff e como ficou a política no Brasil após sua saída. A cerimônia do Oscar acontece no dia 9 de fevereiro em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Caso vença, Petra Costa já disse que irá pedir desculpa, em nome dos brasileiros, ao ator Leonardo Di Caprio por Jair Bolsonaro tê-lo acusado, sem provas, de financiar ONGs que teriam supostamente incendiado a floresta amazônica de forma criminosa.
Nas redes sociais, Emidio comemorou a indicação do filme ao prêmio mais importante do cinema. “Parabéns, @petracostal. O seu trabalho narra um importante período de nossa história e mostra a importância de valorizarmos a cultura, setor que vem sofrendo duros ataques do atual governo. Viva o cinema nacional!”.

Em 2018, Emidio passou a integrar a equipe de defesa do ex-presidente, então preso em Curitiba, no Paraná. Na época, o ex-prefeito de Osasco se juntou à presidente do Partido, a senadora Gleisi Hoffmann e a Fernando Haddad, na equipe de advogados. Com isso, ele teve acesso livre a Lula. Emidio também esteve ao lado de Lula quando o ex-presidente deixou a cela especial da Polícia Federal, em novembro do ano passado, após o STF (Supremo Tribunal Federal) decidir, por seis votos a cinco, ser contrário à prisão em 2ª instância. “É uma honra caminhar ao lado do melhor presidente que esse país já teve. Lula está de volta para os braços do povo e - mais preparado do que nunca - está pronto para fazer o Brasil voltar a ser feliz”, postou Emídio em suas redes sociais.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Capa do Dia
Vip Style