Domingo, 05 de Abril de 2020

Cotidiano


13/02/2020 - 00:00

Sindicatos fazem atos contra "desmonte" da Previdência por Bolsonaro

Na região, protestos acontecem nesta sexta-feira, às 7 horas, nos postos do INSS de Osasco e Barueri, como parte de campanha nacional de mobilização. Entidades denunciam que 2 milhões de pessoas esperam por benefícios
Por Da Redação/cotidiano@webdiario.com.br
Osasco

Sindicatos criticam decisão de Bolsonaro de convocar militares para atuar nos postos do INSS

Sindicatos criticam decisão de Bolsonaro de convocar militares para atuar nos postos do INSS (Foto: divulgação)
O movimento sindical de Osasco e região  realiza nesta sexta-feira, 14, atos em frente aos postos do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) de Barueri e de Osasco, às 7h, como parte da mobilização nacional em defesa da Previdência Social e cobrando melhorias, do governo Bolsonaro, no atendimento e serviços do INSS.  

Segundo as entidades, o objetivo é denunciar “o desmonte do INSS”, incluindo falta de funcionários e uma fila de 2 milhões de pessoas aguardando analise de pedidos de concessão de benefícios, como aposentadoria e auxílio-doença.

Outra crítica é quanto à decisão do governo em convocar militares da reserva para atender a demanda de pedidos no INSS. Segundo os sindicatos, o governo federal abrir concursos públicos e gerar empregos para suprir o déficit de funcionários.

“Esta luta é de todos, defender o INSS é defender os nossos direitos. A população tem que entender que a má administração é a principal responsável pela demora e mau atendimento. Por isto, na sexta-feira vá até a agência do INSS mais próxima de você e participe da luta em  defesa deste patrimônio nacional”, convoca o secretário-geral do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região, Gilberto Almazan.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Edição
Vip Style