Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020

Cotidiano


14/02/2020 - 00:00 - Atualizado em 14/02/2020 - 00:00

"Desafio da rasteira" deixa criança com traumatismo craniano em Jandira

Por Da redação / cotidiano@webdiario.com.br
Jandira

Menino de 11 anos sofreu traumatismo craniano e fratura nas costas após participar da dinâmica que viralizou nas redes sociais, mas já recebeu alta médica.  Prefeituras e escolas fazem campanhas de alerta em todo o País

Menino de 11 anos sofreu traumatismo craniano e fratura nas costas após participar da dinâmica que viralizou nas redes sociais, mas já recebeu alta médica. Prefeituras e escolas fazem campanhas de alerta em todo o País (Foto: Divulgação)
O “desafio da rasteira”  - também conhecido como “quebra crânios” e “roleta humana” - já fez pelo menos uma vítima na região. Um menino de 11 anos, morador de Jandira, sofreu traumatismo craniano e fratura nas costas, esta semana, ao ser chamado por dois colegas para participar – sem conhecer – da dinâmica que vem viralizando nas redes sociais. A dinâmica da brincadeira envolve três jovens, que se posicionam um ao lado do outro. Em seguida, quando a pessoa que está no meio pula – sem saber da “pegadinha perigosa” -  as que estão ao lado dão uma rasteira, fazendo-a cair de costas no chão. O garoto de Jandira foi socorrido pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levado à UPA. Ele já recebeu alta, mas ainda sente dores nas costas quando caminha. O caso foi relevado pela Rede Record. Escolas e prefeituras, de todo o País, vem divulgado alerta aos alunos para que não adotem a prática, e avisando sobre os riscos. Sem citar o caso,  Prefeitura de Jandira foi uma das que divulgou alerta nas redes sociais. Chamando o desfio de “quebra crânio”, a administração lembrou que os responsáveis podem ser punidos criminalmente.  A Fieb, de Barueri, também divulgou alerta em suas redes sociais.

Newsletter
Conteúdo exclusivo para você
Edição
Vip Style