Domingo, 09 de Agosto de 2020

Esportes


29/07/2020 - 00:00 - Atualizado em 29/07/2020 - 00:00

Em Osasco Rochdalão tem cobrança de 30 pênaltis em uma única partida

Por Francisco Rossi Junior/esportes@webdiario.com.br
Osasco

Osasco é palco de emocionante disputa de pênaltis entre Guarani e Ituano

Osasco é palco de emocionante disputa de pênaltis entre Guarani e Ituano (Foto: David Oliveira)
O Guarani segue vivo na disputa do Troféu do Interior. O time do técnico Thiago Carpini superou o Ituano, nesta quarta-feira, após 30 pênaltis cobrados, que terminaram com vitória de 11 a 10 para o Guarani após empatar por 1 a 1 no tempo normal. A partida foi disputada no estádio Prefeito José Liberatti, no Rochdale, em Osasco.

O jogo, que foi em Osasco porque Campinas não está liberada pelo governo estadual para receber partidas de futebol, começou agitado. Waguininho colocou o Guarani à frente do Ituano logo aos cinco minutos. Ele recebeu de Person e tocou na saída de Pegorari. 

O segundo tempo começou com o Ituano em busca do empate. Aos 6 minutos, Eduardo Lopes tocou para Gabriel Taliari que bateu forte e exigiu boa defesa de Jefferson Paulino. O empatou veio aos 28 minutos com Gabriel Barros, que pegou rebote de Jefferson Paulino e tocou por cima do goleiro do Guarani.

O Ituano bem que tentou, mas não conseguiu a virada. Já o Guarani, cansado, se segurou lá atrás e levou a decisão para os pênaltis. Lucas Abreu (2), Bidu (2), Pablo, Elias Carioca (2), Jefferson Paulino, Romércio, Renanzinho e Deivid anotaram os gols para o Guarani. Já Eduardo Person, Bruno Silva, Marcelo e Pablo erraram seus pênaltis.

Paulinho Dias (2), Pegorari (2), Baralhas, Luiz Paulo, Léo Duarte, Guilherme, Suéliton, Breno Lopes fizeram os gols do Ituano nas penalidades máximas. Mateus Criciúma, Fillipe Soutto, Léo Rigo, Baralhas e Luiz Paulo, por outro lado, erraram suas cobranças.