300 famílias recebem título de regularização fundiária em Osasco

 300 famílias recebem título de regularização fundiária em Osasco

Divulgação

Depois de 20 anos de luta pela regularização de seus lotes, 300 famílias da Vila Santa Isabel, na zona sul de Osasco, receberam da prefeitura, por meio do Programa Lar Conquista, o título de propriedade dos imóveis em seus nomes.

No sábado, 18, o prefeito Rogério Lins e o secretário de Habitação, Pedro Sotero, realizaram a entrega da documentação em solenidade realizada na EMEF Professor Renato Fiúza Teles, Jardim Conceição.

Com isso, a atual gestão já regularizou cerca de 5.500 lotes, incluindo 1000 títulos entregues há 15 dias para famílias do Copromo. Outras áreas recentemente beneficiadas foram CR (no Bela Vista), CA (no Baronesa) e Ônix (na Vila Ayrosa). Atualmente, estão em andamento processos de regularização também nas áreas Montalverne, ABAS e Colinas D’Oeste (setores A e C).

Parceria com a Secretaria Estadual da Habitação vai garantir mais 2 mil regularizações atendendo moradores dos Portais e Colinas D’Oeste, na zona Norte, e da área HBB, na Zona Sul.

“Desde o início do governo Rogério Lins, já são mais de 5 mil famílias beneficiadas com a regularização fundiária, o que significa que podem dormir tranquilas, sabendo que têm a propriedade de seus imóveis. E vamos levar a garantia desse direito a muitas outras famílias, porque esse trabalho não para”, afirmou Pedro Sotero.

O prefeito Rogério Lins comemorou a entrega desses títulos que coloca fim à luta dessas famílias que começou 20 anos atrás. “Chegamos nesse dia histórico para homens e mulheres que nunca desistiram dessa luta. Não existe vitória sem luta. E tenho certeza que essa é a realização de um sonho que sonhamos juntos, passamos por momentos difíceis, mas Deus nos deu oportunidade de começar um novo ciclo”.

Depois de 60 anos de casados, finalmente o casal Benedito Lopes e Maria Eva, 81, conquistaram a tão sonhada regularização do lote. “Estamos muitos felizes. A casa é nossa e ninguém mais pode tirar”.

Já Maria Aparecida Dantas, não conteve a emoção. “Foram 20 anos de muitas incertezas, agora posso dormir tranquila e respirar aliviada. A luta acabou”.

Da Redação