Abraço ao Museu de Osasco pede restauro e abertura do local

 Abraço ao Museu de Osasco pede restauro e abertura do local

Divulgação

Moradores, diversos movimentos sociais, sindicatos e políticos estiveram presentes ao abraço simbólico ao Museu de Osasco.

O ato aconteceu, das 10h às 12h, no último sábado, 19, data em que a cidade completou 60 anos. O protesto foi pacífico e a polícia militar acompanhou a manifestação.

Os organizadores pedem o restauro do local, a retirada das grades e a abertura do Museu à população.

A casa histórica foi construída no século XIX e dali partiu, em 1910, o primeiro voo da América Latina projetado, inteiramente, em solo brasileiro pelo engenheiro Dimitri Sensaud de Lavaud que dá nome ao museu.

O Modephac (Movimento em Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural), presente ao evento, alerta para a destruição da memória do município.

Recentemente foi destruída a casa que pertenceu à família Jaguaribe e deu origem ao bairro. Há 3 anos, um prédio de 21 andares começou a ser erguido onde funcionou a Hervy, primeira fábrica de cerâmica da América Latina e primeira indústria de Osasco.

Da Redação