• 26/01/2022

“Ajudei a colocar, vou lutar até o fim para ajudar tirar”, diz Frota sobre Bolsonaro

 “Ajudei a colocar, vou lutar até o fim para ajudar tirar”, diz Frota sobre Bolsonaro

Divulgação

Em 2018, Alexandre Frota, então candidato a deputado federal e filiado ao PSL, andou dia e noite ao lado de Jair Bolsonaro, candidato a presidente do Brasil e também PSL, durante a campanha eleitoral.

Com o passar dos meses, Frota se arrependeu, deixou o PSL, se filiou ao PSDB – partido de João Doria e um dos principais rivais político de Bolsonaro – e acabou de protocolar na Câmara dos Deputados seu sétimo pedido de impeachment do presidente.

“Ajudei a colocar, vou lutar até o fim para ajudar a tirar”, afirmou em suas redes sociais, nesta segunda-feira (21). “O Brasil de Jair Bolsonaro é o Brasil dos 500 mil mortos, da miséria, da fome, dos aumentos abusivos, um Brasil sofrido sem líder e com um bandido na cadeira. O Messias do Apocalipse, que traiu a todos, que não tem respeito, que não tem educação, que apoia a corrupção”, desabafou em outra postagem, dessa vez feita no domingo (20).